17/05/2018 as 13:53

Operação Nacional

Luz na Infância: seis pessoas são presas por crimes relacionados à pedofilia em Sergipe

Operação aconteceu em Sergipe e outros 23 estados, além do Distrito Federal.


Luz na Infância: seis pessoas são presas por crimes relacionados à pedofilia em SergipeFoto: André Moreira/Equipe JC

O Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP) em parceria com as Polícias Civis do Distrito Federal e de 24 estados, entre eles o de Sergipe, deflagrou, na manhã desta quinta-feira (17), a Operação Luz na Infância 2, uma ação policial que tem como principal objetivo investigar e coibir crimes ligados a pedofilia. Somente em Sergipe, foram cumpridos sete mandados de prisão, sendo cinco em Aracaju e os demais em Laranjeiras e São Cristóvão, que resultaram na prisão de seis pessoas.

No estado, as investigações foram conduzidas pela Delegacia de Crimes Cibernéticos, em parceria com o Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) e Instituto de Criminalística e, de acordo com a delegada de Crimes Cibernéticos, Rosana Freitas, os indivíduos presos são suspeitos de praticarem crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes, com o armazenamento e compartilhamento de imagens com pornografia infantil.

Esta foi a segunda etapa da operação que teve início no ano passado. Na primeira parte da ação policial, foram presas quatro pessoas. “Esses suspeitos foram presos em outubro de 2017 e, assim como na segunda etapa, foi o Núcleo de Crimes Cibernéticos em Brasília quem passou as informações para os estados e, em cada um deles, as equipes foram conduzindo e articulando as ações. A Delegacia de Crimes Cibernéticos acaba concentrando as investigações porque a maioria dos crimes investigados e que têm ligação com a pedofilia acontecem pela internet, com vídeos distribuídos”, esclareceu Rosana Freitas.

Na ação ocorrida na manhã de hoje, pelo menos 14 HD’s externos, além de celulares e computadores, foram apreendidos com conteúdo sexual envolvendo menores de idade. A Polícia não divulgou o nome dos presos.

A coordenadora do DAGV, Mariana Diniz, ressaltou que a operação tem ainda como objetivo se integrar às ações voltadas para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado anualmente em 18 de maio. “Infelizmente, a violência sexual contra crianças e adolescentes é ainda uma realidade cruel no país e, na maioria dos casos, o agressor é alguém muito próximo à criança ou ao adolescente. As denúncias são muitas, mas, sabemos que existem muitos casos que não são denunciados. Nosso intuito é trabalhar na prevenção e realizar um trabalho de modo efetivo para a responsabilização”, frisou.

Operação nacional

Em todo o Brasil, mais de 1 milhão de arquivos, entre fotos, vídeos e outros documentos obtidos em ambientes virtuais com conteúdos relacionados à pedofilia antes da deflagração da Operação Luz na Infância 2.

De acordo com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, 579 mandados de busca e apreensão já resultaram em 132 prisões em flagrante. A operação é realizada em 284 cidades, abrangendo o Distrito Federal e mais 24 estados.

 JornaldaCidade.Net