17/05/2018 as 15:06

Aracaju

Castramóvel realiza fase de consultas no bairro Santos Dumont

O serviço já cadastrou mais de 80 animais no bairro.


Castramóvel realiza fase de consultas no bairro Santos DumontFoto: Ana Lícia Menezes

Após atender cães e gatos do bairro Santa Maria, chegou a vez do conjunto Almirante Tamandaré, no bairro Santos Dumont, de receber os serviços oferecidos pelo Castramóvel. O serviço, que é viabilizado pela Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realiza a castração desses animais domésticos, com o objetivo de promover o controle populacional desses animais e diminuir o risco de transmissão de zoonoses.

 

O Castramóvel, que iniciou o cadastramento dos animais do bairro durante o dia 9 de maio, na Unidade de Saúde da Família (USF) Anália Pinna, e prosseguiu no dia seguinte, na praça Ulisses Guimarães, é voltado para os tutores que não possuem condições financeiras para custear a castração dos bichos em clínicas particulares.

 

O serviço permanece em cada bairro por um tempo que pode variar de dois a três meses, cadastrando até cinco animais por morador. Além disso, para a realização do cadastro é necessário que os animais tenham entre cinco meses até oito anos de idade, e que os tutores apresentem um comprovante de renda até um salário mínimo e meio - ou a comprovação de que receba algum benefício do governo, a exemplo do Bolsa Família.

 

"A gente procurou orientar os tutores para que estivessem cientes de como seria todo o procedimento para que, assim, não houvesse muitas desistências. Em média, dez a 15 animais são atendidos por dia, e as cirurgias são realizadas de acordo com a demanda das consultas", afirmou a gerente do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e coordenadora da ação, Marina Sena.

 

O serviço, que oferece todo o suporte necessário para os procedimentos serem realizados da melhor forma, já cadastrou mais de 80 animais no bairro. "Após o cadastramento, fazemos as consultas para a triagem, avaliando o estado corporal dos animais, se estão se alimentando bem, se possuem algumas doenças que podem atrapalhar a cirurgia e a recuperação. Na quarta-feira, 16, começamos a fazer as consultas no bairro. Já na quinta-feira, 17, começaremos as cirurgias. A maioria dos atendidos, assim como no Santa Maria, foram gatos", contou o médico veterinário e responsável técnico do Castramóvel, Caio Alexandre Santos.

 

Por AAN