18/05/2018 as 07:23

Cidades

Suspeitos de execução do capitão Oliveira morrem em confronto com a polícia

Oito morreram e outros três suspeitos foram presos.


Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (18), a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE) iniciou uma operação com o intuito de capturar os suspeitos de terem executado o comandante do Pelotão da Caatinga, capitão Oliveira. Durante a ação policial, os indivíduos resistiram à prisão e trocaram tiros com policiais. Pelo menos oito homens foram baleados e morreram em confronto e outros três foram presos. 

De acordo com a SSP/SE, desde o assassinato, ocorrido no dia 4 de abril, as investigações foram se intensificando e, inclusive, a polícia já tinha informações a respeito do mandate do crime. As investigações foram coordenadas pelo Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), que se baseou nas informações checadas através do 181 e pelas diligências realizadas na investigação policial.

Os primeiros elementos da investigação apontam que o assassinato do capitão Oliveira tem ligação com o combate à pistolagem, o qual ele era um dos comandantes das operações de coibição dos crimes.