11/06/2018 as 14:34

Cidades

Dia dos Namorados movimenta o comércio

Segundo a Abrasel, essa é uma das melhores datas para o setor.


Dia dos Namorados movimenta o comércioFoto: André Moreira/Equipe JC

Muitos aguardam ansiosos o dia 12 de junho. É o dia de colocar o amor em evidência e comemorar o Dia dos Namorados. A animação começa com a possibilidade da surpresa e poder presentear a pessoa amada, depois saber como será entregue e, por fim, a comemoração a dois. Com isso, a data se torna especial tanto para os apaixonados como para comerciantes de diversos setores. Donos de bares e restaurantes aguardam com boas expectativas a próxima terça-feira.

Segundo o presidente da Associação dos Bares e Restaurantes de Sergipe (Abrasel), Augusto Carvalho, essa é uma das melhores datas para o setor. “É como o Dia das Mães. O que muda é o horário do movimento, que no Dia das Mães é no almoço e no Dia dos Namorados é o jantar. A procura ainda está menor do que o ano passado, mas a expectativa dos donos de bares e restaurantes é de que o movimento seja muito bom”, disse Augusto.

Algumas casas estão realizando pacotes e combos ofertados para casais, outros deixaram o cardápio livre para a escolha do cliente. “A maioria dos restaurantes optou por deixar o cardápio livre para que o cliente escolha de acordo com o gosto e bolso, porque diante da crise não dá para estipular muita coisa. O cliente quer escolher o quanto vai poder gastar”, explica.

O comércio de Aracaju desde maio vem depositando as esperanças para o aumento de vendas na data dos namorados. Segundo a Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Sergipe (FCDL), é nesse dia onde é despertado interesses diversos nos consumidores. “Da esposa ao esposo, do namorado à namorada, dos que se paqueram aos que mantêm qualquer tipo de relação, há sempre um motivo forte para agradar seu parceiro ou parceira”, avalia o presidente da FCDL, Edivaldo Cunha.

No Centro da capital aracajuana já é possível perceber a movimentação das pessoas em busca do presente ideal. “Ainda não comprei o presente, mas estou avaliando as ofertas. Tem muitas promoções”, disse a estudante Débora Souza.

As entidades lojistas sergipanas têm a expectativa de que o preço médio dos presentes adquiridos pelos namorados chegue no valor de R$ 160. “Certamente dará um bom aquecimento neste início de período que também nos favorece, por conta dos festejos juninos em Sergipe muito curtido por todos e os que nos visitam”, complementa Brenno Barreto, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Aracaju.

Por Laís de Melo da Equipe JC