14/09/2018 as 15:04

Cidades

Radialista faz exame de corpo de delito e é levado para o presídio de Estância

Ele foi encaminhado para o presídio por ter nível superior de escolaridade.


No final da manhã desta sexta-feira (14), o radialista George Magalhães foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para ser submetido ao exame de corpo de delito. Logo em seguida, ele foi encaminhado para o presídio de Estância, onde, por ter nível superior de escolaridade, está sozinho em uma cela. A ordem de prisão foi cumprida nesta quinta-feira (13), após comprovação de que o acusado tentou corromper uma testemunha.

George está sendo acusado por estupro a uma funcionária do prédio o qual ele reside. De acordo com a delegada do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), Renata Aboim, há fortes indícios de que o crime foi praticado pelo agressor, como provas de corpo e delito, onde foi constatada a presença de espermatozoide na vítima, o que confirma a realização do ato sexual, além do laudo psicológico e provas testemunhais.