12/02/2019 as 16:47

'PAPO RETO'

"Estou dedicado a fazer o maior programa de prevenção do câncer de Sergipe", diz Belivaldo

Em recente visita à unidade em Barretos, Belivaldo conheceu o sistema de assistência na prevenção e tratamento dos pacientes oncológicos, bem como o atendimento prestado por meio das carretas.


Foto: ASN

No retorno da transmissão do Programa Papo Reto, realizada não apenas pelas redes sociais do governo de Sergipe, mas por meio da Fundação Aperipê, o governador Belivaldo Chagas respondeu às perguntas da população. E entre os primeiros questionamentos, o governador tratou da polêmica sobre a situação da carreta que está em Aracaju para o trabalho preventivo que a Secretaria de Estado da Saúde realiza e anunciou autorização para licitação de outro veículo no modelo utilizado pelo Hospital de Amor, em Barretos.

Em recente visita à unidade em Barretos, Belivaldo e representantes das equipes técnicas da área da Saúde conheceram o sistema de assistência na prevenção e tratamento dos pacientes oncológicos, bem como o atendimento prestado por meio das carretas.

“Estamos buscando uma parceria entre aqueles que cuidam das pessoas em Barretos, aqueles que têm o know-row de atendimento na área de oncologia dentro do Hospital de Amor. Eles têm uma área de fabricação de carretas. Conversando com os técnicos de lá, vimos que não há a necessidade de um aparelho de ultrassom dentro da carreta, o que exige a presença constante de um médico e, automaticamente, encarece esse tipo de trabalho”, declarou o governador, se referindo ao aparelho existente na carreta alocada em Aracaju.

O governador já solicitou uma avaliação técnica que ateste condições favoráveis de funcionamento e de manutenção dos equipamentos que constam na carreta que já está em Sergipe.

“É uma prioridade a prevenção e o tratamento de câncer. Mas o que me preocupa com relação à carreta que está aqui é que ainda não conhecemos a assistência técnica do mamógrafo instalado. Pedimos que o hospital de Barretos nos encaminhe para que tenhamos pareceres que garantam que esse mamógrafo pode ser utilizado”, frisou.

Para ampliar o serviço de prevenção que deverá acontecer da capital ao interior do estado, o governador já autorizou lançamento de edital de licitação para a aquisição de uma nova carreta, tendo como referência os padrões aplicados nos veículos vistos em Barretos.

Ainda durante a transmissão do Programa Papo Reto, o governador declarou estar ciente da ação movida pelo Ministério Público Estadual dando o prazo de 30 dias para o funcionamento do veículo que está em Sergipe. Belivaldo não excluiu a postura do MPE, citou a presença do promotor Rony Almeida durante a ida a Barretos e declarou que o Estado prestará todos os esclarecimentos.

“Encaminharei para o Tribunal de Contas de Sergipe e para o Ministério Público Estadual as informações técnicas que terei nos próximos dias. Se todas forem verdadeiras, de imediato irei pagar os R$2,7 milhões da carreta. Se as especificações técnicas não baterem com a realidade, mandarei devolver a carreta, para que seja trocado o mamógrafo. Estou dedicado a fazer o maior programa de prevenção do câncer de colo do útero, de mama e de próstata da história do Estado de Sergipe”, afirmou. 

Tratamento oncológico em Sergipe

O governo do Estado, por meio do Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), acolhe e trata centenas de pacientes. Em 2018, foram 159 pessoas tratadas com 18.528 sessões de quimioterapia. Já na radioterapia, foram 720 pacientes tratados na Unidade, 17.851 sessões, o que resultou em mais de 80% de alta (587 pacientes).

O Centro de Oncologia do Huse realizou 33.157 consultas ambulatoriais, uma média de 2.763 atendimentos mensais. Além disso, o Huse passou por grandes avanços em 2018, tanto no contexto de melhorias estruturais, como na assistência prestada ao paciente na unidade a exemplo da entrega da nova Unidade de Radioterapia com o segundo aparelho de Acelerador Linear, duplicando a capacidade de atendimento dos pacientes.

O governo também tem investido em parcerias para o tratamento oncológico com a ampliação de contrato para prestação de serviços aos pacientes do SUS.  A Clinradi, um dos parceiros, disponibiliza exames de ressonância e tomografia, com e sem contraste e sedação, assim como, pela primeira vez, o exame de PET Scan, para os serviços de oncologia.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.