15/05/2019 as 09:03

Em Sergipe

Mortes por dengue preocupam

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou uma reunião com secretários municipais da Saúde de 14 cidades do Alto Sertão sergipano para traçar estratégias de combate à dengue.


Mortes por dengue preocupamFoto: André Moreira/Equipe JC

Os casos de dengue em Sergipe estão preocupando toda a população. Somente esse ano quatro mortes foram registradas no estado, sendo que três crianças e um adulto foram vitimados. São mais de 520 notificações em todo o estado e 113 casos confirmados, com predominância no Alto Sertão. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou uma reunião com secretários municipais da Saúde de 14 cidades do Alto Sertão sergipano para traçar estratégias de combate à dengue.


De acordo com o presidente do Conselho de Secretarias Municipais da Saúde de Sergipe, Enock Ribeiro, a região do Alto Sertão sergipano é a que apresenta os maiores índices de risco de epidemia de dengue, principalmente por conta da falta de água. As pessoas descuidam quando estão em período de seca, no entanto, quando a chuva vem, deixam acumular muita água em vasilhames.


“Infelizmente também tem a falta de conscientização de toda a população. Por isso estamos nos reunindo para mobilizar todos os municípios, para que fiquem alerta, e façam as notificações das suspeitas de dengue nas unidades de saúde”, reforça Enock.


Ainda conforme o presidente, o trabalho deverá ser efetivo com os agentes comunitários de saúde nos 14 municípios. “Temos que alertar à comunidade, visitar os quintais e domicílios. Também temos um trabalho efetivo com os agentes de endemias, que fazem o trabalho no dia a dia. Precisamos evitar que mais óbitos aconteçam. Dia 17 vamos ter uma assembleia com todos os municípios, quando vamos reativar e reforçar esse pedido de trabalho intensificado com todos os municípios do estado”, disse.