21/05/2019 as 08:43

Solidariedade

Paróquia pede ajuda para finalizar construção da sede

De acordo com o diácono José Francisco Guimarães, na verdade, não é uma obra de reforma, mas de construção da paróquia.


Paróquia pede ajuda para finalizar construção da sedeFoto: André Moreira

Existindo há mais de 10 anos na comunidade católica, a Paróquia Irma Dulce, localizada no bairro Aruana, em Aracaju, pede ajuda da população para finalizar a obra de construção de sua sede. Agora, com o anúncio da canonização divulgada pelo Vaticano, espera-se que a população se mobilize para enfim terminar a sonhada obra dos fiéis devotos da beata.


De acordo com o diácono José Francisco Guimarães, na verdade, não é uma obra de reforma, mas de construção da paróquia. “A sede nunca foi concluída de fato, sempre funcionou sem estar pronta. É uma paróquia muito grande, agora estamos na fase de construção das torres e colocação da cruz no centro da igreja. Mas ainda falta muita coisa, construir a sacristia e capela do Santíssimo também, já que a atual é provisória”, informou.


Para terminar a obra, a igreja conta apenas com doações, dízimos e a realização de eventos. “Temos corrido atrás. Temos algumas promessas de doações, alguns empresários também nos doam muita coisa e assim vamos seguindo em frente. Esta é uma obra muito significativa, é a primeira igreja dedicada irmã Dulce no Brasil e no mundo. A de Salvador já é uma igreja, no Lago de Roma, mas foi reformada e colocada num prédio em que já existia outra igreja. A nossa não, ela foi construída do zero, do alicerce. Começou de um galpão e de galpão foi tomando forma”, disse.


Infelizmente, como depende apenas de doações, não há previsão de término. Mesmo assim, a igreja possui diversos trabalhos sociais. “Distribuímos cestas básicas para a comunidade da periferia; temos atendimento psicológico; corte de cabelos e um bazar que além de venda, também fazemos doação de roupas. Queremos expandir outras atividades, mas não temos ainda a estrutura necessária”.


Atualmente, o pároco é o padre José Lima e o diácono Francisco é o auxiliar. Mas a construção da igreja iniciou com o padre Almir, que foi intercessor do primeiro milagre reconhecido de Dulce que ocorreu no ano de 2011, na maternidade de Itabaiana, quando uma mulher pediu a mediação de Dulce para se curar de uma grave hemorragia que não cessava.


“E na nossa igreja ela tem operado diversas graças. Uma vez, tínhamos apenas R$ 3 mil em caixa e precisávamos do dinheiro para terminar o contra piso, mas nós oramos, pedimos a intercessão dela e apareceu um empresário e fez uma doação de um cheque de R$ 9 mil. Com esse dinheiro terminamos o serviço e ainda sobrou para outras coisas”, disse.


Quem tiver interesse nas celebrações da Paróquia, o diácono Francisco informou que elas ocorrem: aos domingos, às 8h e às 19h30; aos sábados, às 17h; nas quartas acontece o grupo de terço dos homens; às quintas-feiras, a adoração ao Santíssimo seguida de celebração e toda primeira sexta-feira do mês acontece a missa do Sagrado Coração de Jesus. E todo dia 13, dia de Irmã Dulce, às 19h30, tem a missa de devoção.

Como ajudar?
Quem desejar fazer uma doação pode realizar um depósito nas seguintes contas bancárias: Banese Agência: 058, conta corrente: 03/101 900-7 ou Banco do Brasil Agência: 1603-9 conta 46201-2. Mais informações podem ser obtidas através do telefone: 3027-3111. A paróquia está localizada na rua Orlando Tavares Macedo, sem número.

Forró da Dulce
No dia 7 de junho, a partir das 20h, no Clube da Caixa, vai ocorrer o Forró da Dulce. A renda do evento será destinada para o término da construção da Paróquia Irmã Dulce dos Pobres. As mesas para quatro pessoas estão à venda por R$ 100 por meio dos telefones (79) 3027-3111/ 99847-8193/ 99963-5451 e 99855-1964. As atrações são: cantor Marcos Giva e o Forró Tô Chegando.