14/06/2019 as 16:40

OPERAÇÃO

Xeque-Mate: presos por desviar recursos públicos são soltos

Segundo a polícia, acusados teriam montado empresas e contratado laranjas


Confirmado. Quatro acusados de envolvimento em um esquema criminoso de desvio de dinheiro público no município de Carira foram beneficiados com medida liminar do desembargador Edson Ulisses de Melo e já estão em liberdade. Porém, estão proibidos de deixar o Estado sem autorização judicial, bem como se comunicar com os demais acusados, presos na Operação Xeque-Mata deflagrada pela Polícia Civil.

Estão soltos o ex-prefeito João Bosco Machado, apontado como líder do esquema criminoso, e os filhos dele Diogo Menezes Machado, que também foi prefeito do município de Carira, e Diego Menezes Machado, que exercia influência em uma das empresas que atuava no suposto esquema que teria provocado um prejuízo de algo em torno de R$ 20 milhões ao município. Também foi solto por decisão judicial o acusado Marcelo Oliveira Menezes.

De acordo com policiais do Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), está comprovada a existência de uma organização criminosa contra a administração pública do município de Carira, “notadamente peculato e fraude à licitação, confirmada a obtenção de lucro indevido em prejuízo dos cofres públicos”.

Ainda segundo a polícia, os ex-prefeitos montavam empresas e contratavam laranjas. Nas licitações de diversas áreas, elas ganhavam concretizando a execução do esquema fraudulento.

Até agora não há informação dos outros dois presos. O processo segue em segredo de Justiça.

Foto: Jadilson Simões/JC/Arquivo

 

 











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.