24/03/2020 as 09:21

Aeroporto

Prefeitura determina medidas a serem adotadas por quem chega a Aracaju

A ação começa a ser realizada na manhã desta terça-feira (24) ás 10h.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Prefeitura determina medidas a serem adotadas por quem chega a Aracaju

Para evitar a proliferação do novo coronavírus (covid-19) no município, a Prefeitura de Aracaju estabeleceu em decreto medidas que devem ser adotadas por aqueles que estão chegando à cidade vindos de zona internacional ou de estados com transmissão sustentada. Em reunião realizada nesta segunda-feira, 23, no aeroporto Santa Maria, entre representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e Secretaria de Estado da Saúde, ficou definida a estratégia a ser adotada por cada órgão no combate à pandemia do novo coronavírus (convid-19). Na ocasião, a Prefeitura recebeu autorização para colocar em prática a aferição da temperatura, via termômetro digital, nos passageiros que desembarcarem na capital. A ação começa a ser realizada na manhã desta terça-feira (24) ás 10h.

O decreto orienta que cidadãos vindos de locais onde há casos do novo coronavírus devem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica do Município, através do número 156. Dessa forma, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá monitorar o caso, orientando quanto ao aparecimento de sintomas, como explica a infectologista da SMS, Fabrízia Tavares.

“As orientações no momento, baseadas no protocolo do Ministério da Saúde, e também validadas no decreto municipal, para casos que tenham vindo de áreas de transmissão sustentada fora do país, ou que tenham tido contato com casos vindos desses locais, que apresentem algum sintoma e aqueles que estejam vindo de locais aqui mesmo no Brasil onde já há transmissão sustentada, como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, essas pessoas devem entrar em contato pelo número da ouvidoria da SMS, 156, para verificação do caso”, diz a infectologista

Outra medida a ser tomada por recém chegados à cidade apresentando sintomas como febre e sinais respiratórios é o isolamento domiciliar de 14 dias, que pode se estender de acordo com a comprovação do risco de transmissão da doença.

“A febre nem sempre é o primeiro sinal. O paciente pode abrir o quadro apenas com outros sintomas respiratórios como coriza, espirros, dor de garganta, tosse seca e, depois de alguns dias, aparecer febrículas ou calafrios. Esses pacientes devem entrar em contato com os números já disponibilizados pelo município, onde os técnicos irão avaliar, para serem considerados suspeitos ou não e, em seguida, serem submetidos a coleta do exame específico”, esclarece Fabrízia.

Para visitantes chegando na cidade, o secretário acrescenta que a Prefeitura de Aracaju passou a monitorar a chegada desses passageiros no Aeroporto Santa Maria, e além disso, decreto publicado pelo Governo de Sergipe restringe, excepcionalmente, a entrada de novos hóspedes na rede hoteleira, com algumas exceções.

"O importante é não gerar pânico. Tenho dito que existem protocolos do Ministério da Saúde, Governo do Estado e Prefeitura de Aracaju para lidar com o coronavírus e tudo está sendo feito para enfrentar essa pandemia, mas sem pânico e de acordo com a alteração dos quadros no dia a dia”, explica o secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo, Marlysson Magalhães.