25/05/2019 as 10:00

SOL E CHUVA

Ponto de ônibus sem cobertura deixa passageiros sem proteção

“Os turistas que vêm a Aracaju não têm noção de onde param os ônibus", reclama usuário do transporte


Ponto de ônibus sem cobertura deixa passageiros sem proteçãoFoto: Jadilson Simões

Numa cidade quente como Aracaju é inadmissível que existam pontos de ônibus sem coberturas para proteção do usuário que precisa pegar diariamente o transporte coletivo. Mas na capital, um dos locais afetados com esta situação é a Orla da Atalaia. Nos seus 6 km de extensão há apenas uma parada com cobertura no sentido Centro da cidade. Outro problema é a falta de informação sobre o itinerário dos ônibus e quais linhas passam e para onde elas vão. Uma situação complicada para o turista que deseja utilizar o sistema e não encontra dado nenhum para poder se locomover por este meio.

O usuário do sistema de transporte público, Miguel Carlos, lamenta que na Orla da Atalaia só existe um ponto com cobertura que fica na praça de eventos e foi colocada por uma empresa particular. “Os turistas que vêm a Aracaju não têm noção de onde param os ônibus e para onde vão, já que em muitos dos pontos na orla não existe nem placa de sinalização. Como também não existe nenhuma linha que passe por dentro do aeroporto para servir aos passageiros, estes têm que atravessar a avenida para ter acesso aos ônibus que por ali passam e sem saber qual roteiro”, analisa.

Outro problema apontado por ele é que apesar de algumas reformas nos terminais, estes ainda continuam em péssimo estado de conservação. “Não existe nos terminais nenhuma informação sobre as linhas e qual o roteiro de cada uma, além de não ter nenhuma identificação de onde cada ônibus para e qual o sentido que vai seguir. Nos pontos onde há cobertura, não existem informações sobre quais linhas passam por ali e qual itinerário. É uma extrema falta de preocupação com quem não é daqui ou com quem está chegando na cidade”, coloca.

O JORNAL DA CIDADE levou os questionamentos à Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). A informação passada pelo órgão sobre as paradas de ônibus com cobertura é que a atual gestão tem conhecimento da necessidade de substituição dos abrigos de ônibus de Aracaju e, dentro do Projeto de Mobilidade, que já está sendo colocado em prática com a implantação do sistema semafórico inteligente em 150 cruzamentos e com o recapeamento total do corredor da Avenida Beira Mar, está a instalação de 150 novos abrigos. Quanto aos itinerários dos ônibus, as informações podem ser obtidas pela internet no www.smttaju.com.br.

Quanto à falta de informações sobre os itinerários das linhas que não estão fixadas no terminal da Atalaia, o que foi passado pela SMTT é que no local possui, sim, placas fixadas indicando o ponto de parada dos ônibus de cada linha, porém, ainda não há os horários de parada. “Esse recurso será contemplado na construção de um novo Terminal do Mercado e da reforma total dos Terminais do D.I.A. e da Atalaia, que fazem parte do Projeto de Mobilidade da Prefeitura de Aracaju”.

 

Sobre o questionamento da falta de uma linha que passe dentro do Aeroporto Santa Maria para fazer o embarque e desembarque de passageiros, a SMTT disse que “fazer com que ônibus circulem dentro do Aeroporto exigiria todo um processo burocrático de autorização especial junto à Infraero, que teria ainda que fazer adaptações em sua estrutura viária para acolher plenamente o serviço, sendo que há pontos de parada de ônibus próximos ao aeroporto, por onde circulam veículos de quatro linhas: 008-Porto Sul/Bairro Industrial; 041-Aquarius/Centro; 502-Aeroporto/Zona Sul; 506-17 de Março/Zona Sul via Aeroporto”.