03/07/2018 as 09:46

Cultura

Ateliê do Cinema Francês Contemporâneo começa dia 10

Evento fará uma viagem pela cinematografia francesa, abordando desde as escolas estéticas às biografias de diretores.


Ateliê do Cinema Francês Contemporâneo começa dia 10O longa ‘O Amante Duplo’, de François Ozon/Foto: Divulgação

No próximo dia 10 de julho, a Aliança Francesa de Aracaju promove o Ateliê de Cinema Francês Contemporâneo com uma programação dinâmica e conteúdo voltado para cinco longas-metragens produzidos pelos diretores François Ozon, Céline Sciamma, Stéphane Brizé, Bruno Dumont e Olivier Assayas. O objetivo é fazer uma viagem pela cinematografia francesa e conhecer de forma, mais detalhada, os mais novos trabalhos de cineastas, astros e estrelas consagrados e também de premiados jovens talentos que imprimem diversidade e originalidade ao cinema francês.

Além de uma introdução definindo contexto e escolas estéticas, cada aula apresentará uma biografia mais detalhada desses diretores que se destacam na contemporaneidade, sobretudo pelo estilo autoral e pela abordagem de temas urgentes. O Ateliê será ministrado pela jornalista, crítica de cinema e professora Suyene Correia Santos.

“Vamos trazer para sala de aula um pouco da produção atual da sétima arte francesa. Ainda hoje quando se fala em filme francês muita gente se reporta às produções das décadas de 50, 60 e 70, quando na verdade há muitas e boas novidades na telona. O Ateliê proporciona este espaço de mostrar o que se tem feito no momento no âmbito da sétima arte na França. Além da linguagem e dos elementos cinematográficos, a cada aula será exibido um filme para análise com o objetivo de desenvolver a visão crítica do aluno”, afirmou Suyene.

Para o diretor da Aliança Francesa, Carlos Hermínio Oliveira, o Ateliê proporciona aos amantes da sétima arte, a inserção da cultura francesa através de suas produções cinematográficas. “É uma forma de manter o francês em dia, utilizando linguagens ligadas aos mais diversos temas que promovem a interculturalidade entre Brasil e a Francofonia, o que, com certeza, promove o desenvolvimento da intelectualidade e favorece a ampliação da visão do espectador que estuda a língua”, avalia o diretor.

O Ateliê com carga horária de 15 horas terá início em 10 de julho com encontros realizados semanalmente, as terças, quartas ou quintas-feiras, das 18h às 21h. As aulas serão realizadas até a primeira semana de agosto. Mais informações no site da Aliança Francesa de Aracaju (http://www.afaju.com.br/atelie-de-cinema/)