25/07/2018 as 08:35

Cultura

Cordel, música e poesia

Academia Sergipana de Cordel festeja um ano de instalação com a realização de uma feira que reunirá músicos e poetas.


Celebrar a existência de um ano da Academia Sergipana de Cordel é o mais novo folheto em rima que ganha personagens reais no Museu da Gente da Sergipana no próximo domingo, 29, a partir das 13h, com muita literatura de cordel, música e poesia, na I Feira de Cordel. Com data de instalação pública em 19 de julho de 2017, então presidida pela cordelista Izabel Nascimento, a entidade festeja o primeiro ano de atividade com a alegria de grandes conquistas e a certeza de que a cada dia existe um desafio a ser cumprido.


“Resolvemos comemorar juntamente com o público essa realização em ter criado a Academia Sergipana de Cordel, possibilitando uma maior visibilidade da nossa cultura e da literatura de cordel em nosso estado. Então, a ideia foi reunir artistas e festejar próximo às pessoas essa data significativa e com muita música e cordel”, disse a presidente da ASC, Izabel Nascimento.


Na programação festiva, shows de grupo vocal Vivace, Bob Léis e Rural do Forró, além das participações especiais de Joésia Ramos, Lucas Campelo e Quarteto Casaca de Couro. “Muitos artistas reunidos, músicos e repentistas, para celebrar esse um ano de conquistas, entre as quais podemos listar a participação em eventos literário e uma maior visibilidade do cordel enquanto manifestação cultural nossa, tendo o reconhecimento dessa representatividade”, afirmou a cordelista.


Ainda durante a I Feira de Cordel será apresentada ao público a rádio web Cordel Sergipe, que conta com uma programação do gênero literário 24 horas. “Fizemos o lançamento da rádio, que é um projeto do cordelista Agnaldo Santos, no dia 19 de julho, e que já está no ar, mas faremos uma apresentação pública desse mais novo meio de comunicação do cordel. Então, temos uma programação durante todo o dia, além do que desenvolvemos um aplicativo para que cordelistas possam se cadastrar e participar, bem como para o próprio ouvinte acessar. O site na rádio é www.cordelsergipe.com”, adiantou.


Declamações, programação da ASC, bem como de eventos culturais diversos também estão presentes na rádio web. “Para explicar a todos como está funcionando a rádio cordel, nós montaremos um stand para que todos possam conhecer e também fazer parte dessa novidade que busca expandir cada vez mais a literatura de cordel por todo canto”, disse Izabel.

 

 

Academia


No Dia Municipal da Literatura de Cordel, 19 de julho, o Estado de Sergipe recebeu um grande presente. Foi instalada em solenidade disputada no Museu da Gente Sergipana, a Academia Sergipana de Cordel, uma entidade responsável por preservar esse movimento literário em Sergipe e organizar seus escritores. A academia conta com 37 cadeiras, e tem como patrono João Firmino Cabral, uma das grandes referências do cordel em Sergipe e no Brasil.


A data 19 de julho não é por acaso. Esse foi o dia em que o cordelista sergipano João Firmino Cabral, poeta que viveu exclusivamente da Literatura de Cordel em Aracaju, e que se mantém na memória de grandes nomes da cultura popular, tomou posse da Academia Brasileira da Literatura de Cordel. “Foi uma forma de homenageá-lo, nessa data simbólica de um momento importante que tivemos, vivenciado por um dos nossos poetas”, afirmou Izabel.

 

Gilmara Costa/Equipe JC