06/12/2018 as 11:42

Cinema

Cine Vitória exibe ‘O Beijo no Asfalto’

O longa é o primeiro dirigido pelo ator Murilo Benício.


Cine Vitória exibe ‘O Beijo no Asfalto’

Baseado na peça homônima escrita por Nelson Rodrigues, estreia o filme ‘O Beijo no Asfalto’, primeiro longa dirigido por Murilo Benício, no próximo sábado, no Cine Vitória. Texto já adaptado ao teatro, inclusive recentemente apresentado em Aracaju, com direção do ator Cláudio Lins; e também já adaptado ao cinema em 1980, dirigido por Bruno Barreto, o filme exibe uma fusão de linguagens, instigando o público a um ‘vale a pena ver de novo’. No roteiro, a história de Arandir, um bancário recém-casado, que ao presenciar um atropelamento, tenta socorrer a vítima, mas o homem, quase morto, só tem tempo de realizar um último pedido: um beijo. Arandir beija o homem, mas seu ato é flagrado por seu sogro Aprígio e fotografado por Amado Ribeiro, um repórter policial sensacionalista.

Ainda no Cine Vitória tem a chegada do drama francês ‘Meu Anjo’, com direção de Vanessa Filho, em que Marlène (Marion Cotillard) tem uma filha de oito anos a quem não dispensa muita atenção, mais interessada em bebedeiras, festas e homens. Certa noite ela vai a uma celebração numa boate acompanhada da menina, mas a manda sozinha para casa, permanecendo com um novo pretendente. Os dias passam e Marlène não vai ao reencontro da menina, deixando-a entregue à sua própria sorte e sem qualquer notícia da mãe.

E não para por aí, hoje, 6, tem o lançamento de ‘Tinta Bruta’, da dupla Filipe Matzembacher e Marcio Reolon. Nele, o jovem Pedro (Shico Menegat) vive um momento complicado, ele responde a um processo criminal ao mesmo tempo em que precisa lidar com a mudança da irmã, sua única amiga. Como forma de catarse, ele assume o codinome GarotoNeon e passa a se apresentar anonimamente na internet dançando nu na escuridão do seu quarto, coberto apenas por uma tinta fluorescente.

Na rede Cinemark, as novidades da programação ficam por conta de dois filmes de terror, sendo um deles brasileiro (isso mesmo, mais um do gênero aterrorizante!). Trata-se do longa ‘A Mata Negra’, dirigido por Rodrigo Aragão, e que tem no elenco Carol Aragão, Jackson Antunes, Clarissa Pinheiro. Ambientado numa floresta do interior do Brasil, uma garota vê sua vida – e a de todos ao seu redor – mudar terrivelmente quando encontra o Livro Perdido de Cipriano, cuja Magia Sombria, além de outorgar poder e riqueza a quem o possui, é capaz de libertar uma terrível maldição sobre a terra.

Já o estadunidense ‘O Chamado do Mal’, de Michael Winnick, um professor universitário e sua esposa, que estão prestes a ter um bebê, serão os responsáveis por um ato com consequências horrendas: eles liberam, involuntariamente, uma entidade maligna com pretensões perigosas.