10/01/2019 as 12:17

Cinema

Pelos poderes aracnídeos da Marvel

‘Homem-Aranha no Aranhaverso’ mostra que para ser herói não tem idade, cor e nem gênero.


Pelos poderes aracnídeos  da Marvel

Num sugestivo momento de discursos e discussões sobre cores e gênero no país, a Marvel estreia na rede de cinemas a animação ‘Homem-Aranha no Aranhaverso’, dirigido por Bob Persichetti e Peter Ramsey, mostrando uma renovação inclusiva e cheia de representatividade na linhagem de super heróis. O filme, que apresenta uma referência aos quadrinhos com ‘virada de páginas e balõezinhos falantes’, tem como protagonista o jovem negro do Brooklyn, o Miles Morales, que se tornou o Homem-Aranha inspirado no legado de Peter Parker, já falecido.

Entretanto, ao visitar o túmulo de seu ídolo em uma noite chuvosa, ele é surpreendido com a presença do próprio Peter, vestindo o traje do herói aracnídeo sob um sobretudo. A surpresa fica ainda maior quando Miles descobre que ele veio de uma dimensão paralela, assim como outras versões do Homem-Aranha.

Ainda na rede Cinemark, tem a chegada de ‘Máquinas Mortais’, de Christian Rivers, que ambientado anos depois da “Guerra dos Sessenta Minutos”, mostra a Terra destruída e para sobreviver as cidades se movem em rodas gigantes, conhecidas como Cidades Tração, e lutam com outras para conseguir mais recursos naturais. Quando Londres se envolve em um ataque, Tom (Robert Sheehan) é lançado para fora da cidade junto com uma fora-da-lei e os dois juntos precisam lutar para sobreviver e ainda enfrentar uma ameaça que coloca a vida no planeta em risco.

No Cine Vitória, as estreias dos dramas ‘Yara’ hoje, 10, e ‘O Confeiteiro’, no próximo sábado, 12, são as novidades exibidas na programação que mantém os longas ‘Diamantino’ e ‘Meu Querido Filho’ em cartaz. Dirigido por Abbas Fahdel, ‘Yara’ se passa num Líbano pacífico, numa fazenda localizada no Vale de Qadisha, onde moram Yara e sua avó. Elas levam rotinas leves enquanto fazem a manutenção do território e desfrutam da bucólica paisagem rural. Quando Elias, um jovem andarilho, decide descansar por um tempo na vila, Yara Instantaneamente trava amizade com ele. Com o passar dos dias, os dois engatam em um amor de verão.

No filme ‘O Confeiteiro’, Thomas (Tim Kalkhof) é um alemão dono de uma confeitaria que viaja para Jerusalém em busca da esposa e filho de Oren (Roy Miller), seu amante morto. Ao chegar lá ele começa a trabalhar para a viúva de seu amante, que não tem ideia de que eles compartilham uma tristeza sem nome sobre o mesmo homem.

No mais, a sequência do filme Os Homens São de Marte... E É Pra Lá Que Eu Vou (2014), a comédia brasileira ‘Minha Vida em Marte’, dirigido por Susana Garcia, continua em cartaz no Cinemark, assim como o maravilhoso ‘Aquaman’, com Jason Momoa, em versão plana e legendado; ‘Bumblebee e Detetives do Prédio Azul – O Mistério Italiano’.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.