17/04/2019 as 11:36

Música

Grupo Brasileiríssimo abre show do Quinta Instrumental

O projeto é uma realização da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), e acontecerá a partir das 19h.


Grupo Brasileiríssimo abre show do Quinta Instrumental

O “choro”, um dos gêneros musicais mais genuínos e tradicionais do Brasil, tomará conta do palco do Quinta Instrumental no próximo dia 25, com as apresentações do compositor carioca Hamilton de Holanda e o grupo sergipano Brasileiríssimo. O projeto é uma realização da Prefeitura de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), e acontecerá a partir das 19h, na Praça General Valadão, em frente ao Centro Cultural de Aracaju, considerado o marco zero da capital.

O Grupo Brasileiríssimo irá abrir o show e promete uma apresentação dinâmica, com músicas autorais e também um apanhado de compositores importantes do choro, como Waldir Azevedo, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Severino Araújo, entre outros. A jovem banda nasceu em 2012, com a intenção de resgatar e inovar com um repertório que alberga os grandes compositores deste gênero.

Essa característica singular vem contribuir diretamente para o contexto do cenário da cultura musical de Sergipe, objetivando expandir a música produzida no Estado para o Brasil e para o mundo. O grupo tem sua composição formada por Barata do Cavaquinho (cavaquinho), Fernando Freitas (bandolim), Felipe Freitas (clarinete), Manoel Neto (violão sete cordas) e Hélder Batata (pandeiro).

Para o instrumentista Batata do Cavaquinho, o projeto Quinta Instrumental é um espaço que fomenta o cenário musical sergipano. Ele ainda elogia a política dos editais adotada pela Prefeitura de Aracaju. “O Brasileiríssimo está muito satisfeito e honrado em participar mais uma vez desse projeto importante de fomento à música instrumental. Somos muito gratos à Funcaju pela competência e iniciativa democrática na realização dos editais. Estar fazendo parte da programação cultural da cidade com o nosso trabalho é muito importante”, destaca.

Para finalizar a noite de apresentações, o Quinta Instrumental contará com o bandolinista Hamilton de Holanda, que tem a música popular brasileira como referência e passeia por diversos gêneros musicais, tendo como base o bandolim e o choro.