19/06/2019 as 16:04

Comidas típicas

Produtos típicos juninos devem conter informações nas embalagens

Consumidores devem estar atentos à compra de produtos


Produtos típicos juninos devem conter informações nas embalagensFoto: ASN

A legislação determina que os produtos pré-embalados, aqueles que são medidos longe da presença do consumidor, devem declarar, de forma clara e na vista principal da embalagem, a quantidade que está sendo comercializada. O chamado conteúdo nominal (a quantidade declarada) deve ser apresentado em cor contrastante com o fundo onde estiver impresso, de modo a facilitar a identificação da informação pelo consumidor.  No estado, o Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) é o órgão Delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), responsável por estas fiscalizações.

“No comércio em geral, produtos como milho de pipoca, canela em pó, amendoim ou farofa e canjiquinhas prontas, são comercializados em embalagens coloridas, com informações do peso em destaque, para que o consumidor não tenha nenhum tipo de dificuldade e conheça a quantidade pelo qual está pagando”, explica a gerente executiva de Metrologia e Qualidade Industrial do ITPS.

“No comércio varejista e distribuidor, produtos como milho de pipoca, leite de coco, fubá de milho, canela em pó, amendoim ou farofa e canjiquinhas prontas são comercializados em embalagens coloridas, com informações do peso em destaque, para que o consumidor não tenha nenhum tipo de dificuldade e conheça exatamente a quantidade pelo qual está pagando”, explica a gerente executiva de Metrologia e Qualidade Industrial do ITPS.

Alguns itens muito procurados nesse período – como arroz doce, mungunzá, canjica, bolos e doces - podem ser embalados e/ou etiquetados pelo próprio estabelecimento. Nesses casos, a indicação deve se referir somente ao peso do produto, desconsiderando o valor da embalagem (tara). “Nenhum produto pré-embalado pode ser comercializado sem a indicação quantitativa, pois o consumidor deve visualizar de maneira clara todas as informações relacionadas à quantidade, peso ou volume do produto que ele está comprando”, destaca Maria Inêz.

Nesta época, também é comum, compramos produtos por peso. Mas também é preciso ficar de olho, pois as balanças devem estar aprovadas e verificadas pelo Inmetro. “Em Sergipe, assim como em todo o país, apesar das intensas fiscalizações, há uma presença significativa de balanças piratas. Por isso, ao comprar produtos a peso, o consumidor deve verificar se a balança está regular, observando se ela tem a etiqueta e o selo lacre ‘verificado até 2019 (ou 2020)’. Se estiver tudo em ordem, o consumidor pode ficar tranquilo, pois ele tem a garantia de que está pagando pela quantidade que efetivamente está levando. Se observar que a balança tem informações como peso e preço em inglês, é sinal de irregularidade, sendo necessário denunciar o caso ao ITPS”, aconselha Maria Inêz.
 

FISCALIZAÇÕES

O diretor-presidente do ITPS, Kaká Andrade, explica que os produtos pré-embalados também são alvos de fiscalização do ITPS e que somente este ano, foram realizadas 7.702 em diversos pontos de venda. “Esse tipo de produto representa aproximadamente 85% de tudo que a população consome. Cabe ao ITPS, por meio de delegação do Inmetro, percorrer os estabelecimentos comerciais formais de Sergipe para fiscalizar e verificar se as informações apresentadas na embalagem correspondem ao peso real do produto. Para isso, esses itens são coletados e trazidos para análise em laboratório”, detalha.

Ainda de acordo com Kaká Andrade, em caso de desconfiança, o consumidor pode acionar a fiscalização do ITPS. “Se o cidadão tiver dúvidas com relação a algum produto pré-embalado ou balança, ele pode acionar o ITPS para que faça uma fiscalização. O procedimento é simples, basta ligar para a Ouvidoria por meio do telefone (79) 3179 8055, enviar email para ouvidoria@itps.se.gov.br ou ir pessoalmente à sede, que fica na rua Campo do Brito, 371, bairro 13 de julho”.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.