28/08/2019 as 09:28

É HOJE!!!

‘Ocupe a Praça’ celebra os 42 anos do Grupo Imbuaça

O projeto acontece hoje, 28, e objetiva honrar a arte estabelecida pela companhia durante esses anos e apresentar, de maneira dinâmica, o eixo-central do grupo, o teatro de rua.


‘Ocupe a Praça’ celebra os 42 anos do Grupo ImbuaçaFoto: Edinah Mary

A expressão corporal e a entonação vocal tomarão conta da praça General Valadão com o “Ocupe a Praça Imbuaça - 42 anos”. O projeto, idealizado e executado pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira, equipamento da Prefeitura de Aracaju vinculado à Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), acontece hoje, 28, e objetiva honrar a arte estabelecida pela companhia durante esses anos e apresentar, de maneira dinâmica, o eixo-central do grupo, o teatro de rua. 


Reconhecido em sua história por elementos da cultura popular nordestina, o Imbuaça chega aos 42 anos com a convicção de que a rua sempre foi e continua sendo ocupada pelo teatro. Toda a programação do Ocupe a Praça do mês de agosto foi dedicada a um panorama desse coletivo de teatro de rua que é o mais antigo do Brasil, e que influenciou o surgimento de grupos por todo o país. 


A partir das 18h desta quarta, o Liquidifica Diálogos apresenta um amplo debate sobre o teatro de rua, uma modalidade teatral que une diversos atores e suas habilidades corporais e orais para uma construção estética específica, excepcionalmente executada em espaço aberto. Em seguida, terá exibição audiovisual.


Para finalizar, o Imbuaça encena propondo um olhar sobre os 42 anos do grupo. O espetáculo apresenta, de forma reflexiva, como o grupo se mantém firme durante todos esses anos e faz tributo aos que o edificaram. Com direção e roteiro de Iradilson Bispo, o teatro musical tem duração de 60 minutos, livre para todos os públicos, e promove o cantar da cultura popular como um instrumento marcante para expressar como é ser artista de grupo. Nove atores interpretam 22 canções que fizeram parte da dramaturgia nessas quatro décadas, numa celebração sobre ser artista popular e mostrar sua arte em praça pública.