01/08/2018 as 08:47

Emprego/Aracaju

Candidatos esbarram na falta de qualificação

Áreas como recepção de hotel, confeitaria, e técnico de enfermagem apresentam mais dificuldades.


Candidatos esbarram na falta de qualificaçãoFoto: Jadilson Simões/Equipe JC

O desemprego é uma realidade no Brasil e em Sergipe. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país fechou o mês de junho com o total de 13 milhões de pessoas fora do mercado de trabalho. Diante da queda pela oferta de emprego, os candidatos encontram ainda mais dificuldades de serem inseridos por causa da falta de qualificação profissional. Em Aracaju, uma agência de recrutamento de pessoas revela que muitas contratações não são efetivadas porque os candidatos não têm o perfil exigido pelas empresas.

Algumas áreas como recepção de hotel, confeitaria, e técnico de enfermagem apresentam mais dificuldades, segundo a gerente da empresa Personality, Solange Cruz. “Nós somos uma empresa de recrutamento e seleção e também de treinamentos. Na busca pelos candidatos encontramos dificuldades por causa da qualificação. O contratante, quando passa o perfil da vaga, tem todos os detalhes para preencher. Por exemplo, para recepção de hotel, na maioria das vezes é preciso ter uma segunda língua, que é o inglês. E é onde muitos candidatos esbarram. Podem até ter boa experiência como recepcionista, porém, não sabem inglês”, especifica a gerente.

Quando se trata de contratação para confeiteiro ou técnico de enfermagem, os candidatos são reprovados quando vão para a o teste prático. Os candidatos para essas vagas passam por avaliações da psicóloga da empresa, onde são levadas em consideração as experiências profissionais. “No entanto, quando chega na parte prática é que eles acabam ficando fora do perfil que a empresa quer. Técnicos de enfermagem, por exemplo, apesar de ter cursos na área, não têm a vivência profissional”, acrescenta Solange.

Candidatos acima de 45 anos de idade têm ainda mais dificuldades. “Infelizmente as empresas traçam perfis, e pessoas com 45 anos para cima sofrem mais para conseguir uma vaga”, conta a gerente. Segundo Solange, essa agência realiza cerca de 190 a 200 indicações de candidatos às vagas de empregos por mês.

É importante as pessoas buscarem se qualificar profissionalmente, principalmente diante do cenário competitivo por emprego causado também pela crise econômica que tomou conta do país nos últimos anos. Solange orienta que os candidatos busquem cada vez mais participar de palestras, cursos e workshops.

“Aqui nós temos um curso excelente que é o Passo a Passo na Recolocação Profissional. Ele abrange vários temas, como o planejamento de carreira, elaboração de currículo, marketing pessoal, entrevistas, ética e postura profissional, análise e adequação de perfis para as redes sociais. Para quem está fora do mercado é muito interessante para saber elaborar um bom currículo e ter uma boa postura nas entrevistas de emprego”, ressalta.

Além disso, a agência também realiza cursos de desenvolvimento pessoal e profissional, e a qualificação no atendimento para impulsionar vendas, feito especificamente para empresas. “O que a gente indica é que as pessoas busquem qualificações. Tem tantos lugares que tem a disponibilidade de cursos gratuitos. Tem que querer ir em busca da qualificação. Muitos precisam saber como elaborar currículo, porque tem coisas que não devem ser colocadas como informação”, frisa Solange.

Para quem tiver interesse em cadastrar currículo no banco de dados da Personality, é preciso ir pessoalmente na Avenida Alexandre Alcino, número 364, no bairro Aeroporto, entregar o documento com foto atualizada, além das cópias de RG, CPF, Carteira de Trabalho e comprovante de residência. O candidato permanecerá no banco de dados por dois meses, onde participará dos processos seletivos que surgirem para o perfil dele.