18/05/2017 às 15h03 - Esportes

Aracaju será sede do Mundial Escolar de Triathlon

A competição, que ocorre entre os dias 6 e 12 de junho, faz parte do calendário da International School Federation (ISF).

Por: AAN

A Praia da Atalaia será o palco do Mundial Escolar de Triathlon masculino e feminino. A competição, que ocorre entre os dias 6 e 12 de junho, faz parte do calendário da International School Federation (ISF), e é o resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Seel), da ISF, e Secretaria Municipal da Juventude e do Esporte (Sejesp).

 

Foto: Ascom/ Sejesp
Reunião com secretário da Seel - Antônio Hora Filho, vice-presidente da ISF Robson Aguiar e secretário da Sejesp Jorge Araujo Filho

 

Aracaju não foi escolhida de forma casual para sediar o mundial. A cidade é plana, com águas calmas, uma grande extensão de areia, além de contar com sol o ano inteiro, o que favorece a prática de esportes como o triatlhon. É a terceira vez que a ISF escolhe Aracaju para ser sede de um evento da entidade, já que em 2015 foi realizado o Mundial de Vôlei de Praia, e mais recentemente, o Campeonato Brasileiro de Natação.

 

"É uma satisfação a cidade de Aracaju receber um evento desse porte. Isso mostra uma articulação muito bem feita, em parceria com a Secretaria do Estado do Esporte, Lazer e Juventude. Nós estaremos recebendo atletas de diversos países, e estamos nos preparando para dar todo o apoio logístico para que o evento seja um sucesso " disse o secretário, Jorge Araujo.

 

A expectativa é que a cidade receba, durante o período da competição, triatletas de 11 países, além dos esportistas nacionais, somando cerca de 400 atletas. Isso vai movimentar a economia do município, além de gerar um impacto no turismo. Segundo o secretário de Estado do Esporte, Antônio Hora Filho, "todas as providências estão sendo adotadas para que tenhamos uma competição de sucesso e o estado de Sergipe permaneça na rota de grandes eventos da entidade escolar internacional".

 

Organização


Como o Brasil é o anfitrião, haverá a presença de grandes nomes do esporte e uma delegação significativa aqui em Aracaju. É o que garante o vice-presidente da ISF, Robson Aguiar. "Nós fizemos uma parceria com a Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri), para tentarmos trazer os melhores atletas da competição em nível escolar, que vai dos 15 aos 17 anos, para representar o Brasil. E por sermos sede, passamos a ter direito a duas equipes, o que nos dá ótimas chances de conquistas nesse mundial", destacou o vice-presidente da ISF, que está em Aracaju para uma última vistoria antes da realização do evento.

 

Os secretários Jorge Araujo e Antônio Hora acompanharam o vice-presidente nessa vistoria, na quarta-feira, 17, que terminou em uma reunião, na sede da Superintendência Municipal de Trânsito (SMTT), com o superintendente Aristóteles Fernandes.

 

"Nosso objetivo aqui na SMTT, foi para elaborarmos um plano de ação para o trânsito no dia da prova. Queremos oferecer a melhor estrutura para os atletas, e fluidez ao trânsito, favorecendo também aqueles que queiram assistir de perto o mundial", enfatizou o secretário, Jorge Araujo Filho.

 

A competição também conta com a participação da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), Federação de Triathlon de Sergipe (Fetrise) e Federação Sergipana de Desporto Escolar (FSDE).

 

O último mundial foi realizado em maio de 2015, nos jardins do Palácio de Versailles, na França, o Brasil conquistou medalha de bronze, na categoria seleção mista 1999/2000. Este ano, a perspectiva é que o Brasil conquiste resultados mais significativos, consolidando-se como uma potência no desporto escolar, também nessa modalidade.

Comentários

comments powered by Disqus