12/07/2017 às 13h52 - Esportes

Ernando prega tranquilidade para recuperação do Dragão

O Confiança começou, ontem à tarde, no Sabino Ribeiro, a preparação de sua equipe para o jogo das 20h30 do próximo sábado, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, PE.

O Confiança começou, ontem à tarde, no Sabino Ribeiro, a preparação de sua equipe para o jogo das 20h30 do próximo sábado, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, contra a equipe que tem o nome da cidade do interior pernambucano.  O encontro corresponde à decima rodada do Grupo A, da Série C, do Campeonato Brasileiro de Clubes. Dirigentes e torcedores estão intrigados com o empate de anteontem, com o ASA, de Alagoas, por 1 a 1, em pleno Estádio Batistão.

 

Foto: Reprodução Globo Esporte
Leandro Sena não revela, mas para o jogo de sábado com o Salgueiro Dragão deve sofrer mudanças

 

Antes da reapresentação do elenco, tanto o técnico Leandro Sena quanto os jogadores tiveram uma boa conversa com o diretor de futebol, Ernando Rodrigues. O dirigente alviazul jogou duro e cobrou resultados, o que não acontece há longo cinquenta e dois dias, quando derrotou o Cuiabá, na segunda rodada da competição, na Arena Pantanal, na capital mato-grossense.

 

“Foi mais um resultado ruim para a pretensão do Confiança no campeonato. É claro que poderia ter sido pior se o ASA fizesse o segundo gol de pênalti. Mas, no cômputo geral, acredito que foi uma partida equilibrada, em que o Confiança apareceu melhor no primeiro e o salgueiro no segundo tempo. Infelizmente, houve as duas substituições forçadas de Mimica e Radar, quando estávamos vencendo, por 1 a 0. Com as mudanças, o time se desarticulou, em campo, caiu em produção, e por pouco não saiu com uma derrota”, disse Ernando Rodrigues.

 

Sobre a chance do Confiança de atingir o seu objetivo no campeonato, Ernando Rodrigues disse que não está muito fácil, mas, mesmo assim, considera possível acontecer.

 

“A Série C é um dos campeonatos mais difíceis e complicados. Tanto é verdade que as diferenças de pontos entre as equipes não são grandes. O Confiança, por exemplo, está em sexto lugar, com dez pontos, e mais duas vitórias seguidas, contra o Salgueiro e o Moto Club podem levá-lo a entre quatro primeiros colocados

 

Apesar do empate, Ernando Rodrigues declarou que o momento não é para desespero. Isso porque, segundo ele, o Dragão permanece vivo na competição, em sexto lugar, com dez pontos positivos, e derrotando o Salgueiro, sábado, e o Moto Club, do Maranhão, na rodada seguinte, pode alcançar o G-4. Não será uma tarefa fácil, porque a concorrência está acirrada, mas se triunfarmos, nos dois próximos jogos, chegaremos lá”, acrescentou o “polêmico’.

 

No campo. Leandro Sena retoma os trabalhos para a formação do onze proletário para o duelo com o Carcará do Sertão, nesta quarta-feira à tarde, com o primeiro treino com bola da semana. No ensaio, uma das providências a ser tomada pelo experiente treinador será corrigir os inúmeros equívocos cometidos pelos craques proletários, principalmente nos últimos 45 minutos, período em que o Salgueiro foi superior.

 

“Vamos trabalhar forte, na expectativa de fazermos um grande jogo e acabar com o jejum de tantos jogos sem vitória. Sabemos que iremos enfrentar um adversário que vem de um resultado positivo, diante do Remo, mas temo condições de superá-lo”, falou Leandro Sena.

 

Com relação a mudanças, para a partida com o Salgueiro, Leandro Sena nada declarou, muito embora tenha deixado claro, logo após o empate com o ASA, que tenciona dar uma mexida na equipe. Para isso não é à toa que o supervisor Cley Sá corre contra o tempo, para regularizar os quatro últimos reforços, recém-chegados ao clube, junto à CBF, e coloca-los em condição para o confronto com os salgueirenses.

 

Como o embate com o Carcará está programado para a noite do sábado, a delegação do Confiança deve embarcará embarcar em direção a Salgueiro, amanhã, após o café, ou depois do almoço. A proposta de Leandro Sena é aproveitar a sexta-feira para dirigir, possivelmente, no Cornélio de Barros, uma atividade recreativa. 

Comentários

comments powered by Disqus