13/11/2017 às 08h22 - Esportes

Desfalcados, Dragão e Siri iniciam final da Série A-2

Primeiro duelo acontece neste domingo, no Souzão, em Itabaianinha

Por: JornaldaCidade.Net

Foto: Divulgação
Atacante Dida é uma das armas do time do Olímpico para os jogos decisivos do Estadual da A-2

Em jogo cercado de muita expectativa, principalmente, por parte das duas torcidas, Olímpico e Socorrense abrem, às 15h, deste domingo, no Estádio Souzão, em Itabaianinha, uma série de dois jogos, em disputa do cetro máximo do Campeonato Sergipano, da Série A-2 de 2017.  O segundo confronto, para ver quem bota a mão na taça, está programado para o próximo domingo, em igual horário, no Wellington Elias da Paixão, em Nossa Senhoria do Socorro.

 

No Olímpico, o técnico Givanildo Sales, mais uma vez, não poderá contar com um dos principais jogadores do setor de defesa, o zagueiro Cláudio Baiano. Com uma contratura, na coxa direita, sofrida na fase semifinal do campeonato, o ex-jogador do Itabaiana, na Série C, do Brasileiro de Clubes, desde então, vem desfalcando a equipe, a ponto de ser considerado carta fora do baralho do Dragão para o segundo e último compromisso, na competição, devido a gravidade da lesão.

 

Para suprir a vaga deixada pelo experiente futebolista, o ex-treinador do Centro Social Esportivo, de Palmeiras dos Índios terá de se valer, outra vez, da habilidade do jovem Wellerson, que foi revelado pelas divisões de base do clube. Como nos dois primeiros ensaios com bola da semana, no de ontem, o atleta treinou, novamente, com desenvoltura, esperançoso de uma grande atuação, para ajudar a equipe a sair em vantagem, nessa reta decisiva do campeonato.

 

“Vai ser um jogo muito difícil, porque, como nós, o Socorrense não pretende abrir mão de uma vitória, para, na segunda partida, jogar com a vantagem de um empate para levantar o título. Mas o nosso time, contra o Guarany, mostrou a sua força, e, neste domingo, não será diferente. Isso porque, como o nosso adversário, vai em em busca do melhor resultado, na expectativa de alcançá-lo”, disse Wellerson.

 

Em relação à formação que inicia a partida., Givanildo Sales a guarda em segredo. O que o experiente orientador garante é que o Olímpico treinou bem, esta semana, e a sua esperança é que tudo o que foi trabalhado seja colocado em prática, como mínimo de erros e o máximo de acertos possíveis.

 

“Não existe segredo. O time do Olímpico não deverá sofrer mudanças. Pode, sim, mudar a sua forma de jogar, já que, ainda, teremos o jogo de volta, o que significa a necessidade de um resultado positivo que nos dê tranquilidade para a partida, em Socorro”, declarou o técnico itabaianiense.

 

Atacante Real não joga

Como Givanildo Sales, no Olímpico, o técnico Edilson Santos tem problema para escalar a equipe da Socorrense. O atacante Rael, que teve de deixar o campo, no empate, por 0 a 0, com o América, de Propriá, no segundo jogo da semifinal, no Durval Feitosa, no primeiro trabalho com bola da semana, visando ao duelo com o Dragão, voltou a sentir um desconforto na coxa, por isso está descartado para o embate com a agremiação da Zona Saul do Estado.

 

Edilson Santos revelou, ontem, que para o lugar do titular da posição só dispõe de uma opção. O jovem treinador se refere a Rony, que voltará a formar dupla destaque, ao lado de Bruninho. No coletivo apronto, desta sexta-feira., segundo o técnico do Siri, o jogador se comportou com destaque, deixando-o convicto de que o espaço do titular da posição será bem ocupado.

 

“Desde que é chamada para entrar no time, Rony o faz de forma positiva. Foi assim, domingo, em Propriá, no empate com o América, quando substituiu Rael, e, antes no segundo jogo da semifinal”, explicou o treinador que só anunciará o onze que entrará, em campo, de primeira, no vestiário do Souzão. 

Comentários

comments powered by Disqus