23/11/2017 às 08h53 - 2017

Delegação sergipana marca presença na abertura das Paralimpíadas Escolares

Os s motivos são diversos e a alegria estava expressa nos rostos dos paratletas participantes do maior evento paradesportivo escolar do mundo.

Por: JornaldaCidade.Net

 

 

Os motivos são diversos e a alegria estava expressa nos rostos dos paratletas participantes do maior evento paradesportivo escolar do mundo. A primeira competição oficial de muitos adolescentes que têm a chance de viver uma experiência esportiva única, a oportunidade de fazer história na competição.

 

Os paratletas Bruno Marcos e João Pedro representaram Sergipe durante o desfile de apresentação das delegações. 

 

O atleta deficiente visual Pablo Bruno Ciriaco, do judô, que participa das Escolares desde 2012, foi a atração musical. A solenidade abre as disputas, que tiveram início na quarta-feira, 22, e seguem até a sexta-feira, 24, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro.

 

O governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, disponibilizou passagens aéreas aos 47 membros da delegação para a capital paulista. Os 27 paratletas sergipanos disputarão nas modalidades paratletismo, paranatação, bocha e judô.

 

Paralimpíadas Escolares

 

As Paralimpíadas Escolares são o maior evento escolar paralímpico do mundo. Em sua 11ª edição, 944 atletas competirão em dez modalidades. Pela primeira vez, a competição contará com esportistas que representarão todos os Estados brasileiros mais o Distrito Federal. Outra novidade é a inclusão do basquete em cadeira de rodas e futebol de 5 no cronograma. As modalidades se juntam ao atletismo, bocha, futebol de 7, goalball, judô, natação, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas.

 

Desde suas primeiras edições, as Paralimpíadas Escolares revelam talentos do Movimento Paralímpico nacional. Já foram destaques nas Escolares nomes como os velocistas Alan Fonteles, ouro em Londres 2012, Verônica Hipólito, prata no Rio 2016, e Petrúcio Ferreira, recordista mundial e campeão paralímpico no Rio 2016; a saltadora Lorena Spoladore, prata no Jogos do Rio, o nadador Matheus Rheine, bronze no Rio 2016, o jogador de goalball Leomon Moreno, prata no Jogos de Londres e bronze no Rio 2016, entre outros.

Comentários

comments powered by Disqus