15/03/2018 às 10h08 - Esportes

Dragões se enfrentam no Estádio Souzão sedentos por vitória

É assim que Confiança e Olímpico se encaram, nesta quinta-feira, a partir das 15h35, no Estádio Souzão.

Por: JornaldaCidade.Net

Iguais na pontuação e no número de jogos. Cada um com apenas uma partida cumprida e um ponto positivo conquistado. É assim que Confiança e Olímpico se encaram, nesta quinta-feira, a partir das 15h35, no Estádio Souzão, em Itabaianinha, em duelo atrasado da segunda rodada do hexagonal decisivo do Sergipão 2018.

Em seu primeiro compromisso no torneio, o time proletário não passou de um empate sem gols com o Lagarto, em pleno, Batistão. O grêmio alviazul, também, no Gigante da Praia, deu duro no Sergipe e arrancou um 1 a 1, com gosto de derrota. Na tábua de classificação, os citadinos estão em quarto lugar e os interioranos, em terceiro. A vantagem da equipe a Terra de Sílvio Romero é decorrente do seu melhor saldo de gols, um positivo, contra nenhum do campeão sergipano.

No campo, os dois treinadores trabalharam forte as suas equipes. Pelo lado do Dragão do Bairro Industrial, por causa do jogo de segunda-feira, em Campina Grande, contra o Treze, o técnico Luizinho Lopes, praticamente, só teve a terça-feira e ontem, para armar o onze para o confronto com os itabaianienses, em que só um resultado positivo, mantem o time vivo na competição e com chance de alcançar os dois jogos decisivos, valendo o título.

Diferentemente da manhã da segunda-feira, quando desembarcaram no Sabino Ribeiro, desolados, por conta do revés para o Galo da Borborema, ontem, no ensaio em conjunto finalizador para a partida desta quinta-feira, os craques alviazuis se apresentaram refeitos do fiasco, no Amigão. Ninguém mais falava sobre a derrota, em Campina Grande, mas no jogo de logo mais à tarde, onde a palavra de ordem é não vacilar.

“O grupo já está recuperado do resultado em Campina Grande. Não era o que desejávamos, mas como aconteceu, agora, o que nos resta é pensar no quem vem pela frente. Tivemos muito pouco tempo para nos preparar, mas considero o suficiente para apostar que, em campo, a equipe realizará uma grande partida e levantará o resultado que mais lhe interessa”, disse o treinador Luizinho Lopes.

Em relação ao onze que delineará para a peleja, o ex-comandante do Globo, do Rio Grande do Norte guarda em segredo. A certeza que existe é que longe da formação utilizada no Amigão, nesta quinta-feira, ele voltará a ter a sua disposição, o goleiro Genivaldo, o volante Flávio, o meia Everton Santos e os atacantes Iago e Frontini, que foram poupados do jogo com o Treze.


Olímpico:

Pelas bandas do Dragão da Zona Sul, o técnico Índio não deverá escalar, mais uma vez, Válber. O meia, que sofreu uma série lesão no joelho, no empate com o Sergipe, por 1 a 1, na primeira rodada do hexagonal, até ontem, continuava a ser dúvida para o jogo. Para a sua vaga, o comandante deverá deslocar Lelo, com a posição do ex-jogador do Sergipe, devendo ser ocupada por Jogo.

O ambiente entre dirigentes, comissão técnica e jogadores é de muito otimismo, com todos acreditando em uma grande vitória. Como Luizinho |Lopes, no Confiança, Índio não fala que time escalará para o embate com o campeão sergipano. O que ele não hesita em afirmar é que a equipe, apesar dos problemas, nunca esteve tão motivada e preparada para um jogo, como agora.

“O jogo de hoje é uma decisão para o Olímpico. Tanto é verdade que outro resultado, que não seja uma vitória, interessa. Mas, sobre a importância de três pontos positivos, os jogadores estão alertados e, em campo, saberão procurar meios conquistá-los, pois, para isso, garanto que estão preparados”, afirmou Índio.

Comentários

comments powered by Disqus