20/06/2018 as 11:04

DIRETO DA RÚSSIA

ENTREVISTA: Diego Costa, atacante da Espanha

Diego Costa sonha na artilharia da Copa


ENTREVISTA: Diego Costa, atacante da EspanhaFoto: Jorge Henrique

Por Kléber Santos 

Nesta quarta-feira, a Espanha vai encarar o Irã pela segunda rodada da Copa do Mundo. Será mais uma oportunidade para o sergipano, naturalizado espanhol, Diego Costa brilhar. Na estreia da “Fúria”, marcou dois gols e ajudou a seleção no empate em 3 a 3 contra Portugal. Só não foi escolhido o melhor da partida pela Fifa por conta de que do outro lado estava Cristiano Ronaldo que marcou três gols. Pouco mais de uma hora depois da partida, depois da meia-noite, na entrada da zona mista em forma de ‘S”, o lagartense concedeu esta entrevista ao JORNAL DA CIDADE. A prioridade inicial das perguntas seria para a imprensa espanhola, mas depois do pedido do JC, ele quebrou a regra e mostrou-se muito solícito para nos atender, mesmo a contragosto de uma assessora espanhola. Em tempo, na zona mista, é proibido fotografar. A seguir, segue a entrevista:

 

JORNAL DA CIDADE: Qual foi o primeiro pensamento que passou na sua mente após marcar o primeiro gol em Mundial?

DIEGO COSTA: Não passou nada. É um jogo e estou aqui para fazer gols, e graças a Deus, tive a felicidade de poder fazer.

JC: Os dois gols você dedica a quem?

DC: A minha família, meus amigos, as pessoas que sempre me apoiaram nestes momentos.

DC: Sonha em ser o artilheiro desta Copa do Mundo?

DC: Sonho sim, como sonho com muitas coisas na vida. Sonhar é algo que cada ser humano tem que ter. Se você não tem sonho... nem sei o que posso falar de uma pessoa assim.

JC: Esta Copa de 2018 é uma oportunidade para apagar a campanha ruim da Espanha na Copa de 2014 (foram eliminados matematicamente na segunda rodada da primeira fase)?

DC: Nós sabemos que em 2014 não fizemos um Mundial a altura da seleção que nós somos, mas agora estamos preparados para fazer uma Copa melhor.

JC: Tem ideia de como está a festa em Lagarto por conta da sua estreia?

DC: Lagarto sempre está em festa. É minha cidade. Sei que tem um lado do Brasil que torce demais pela Espanha e este carinho sempre vou sentir. E eles sabem também que a minha torcida e o amor pela aquela cidade sempre é o mesmo.

JC: Tem algum recado para os sergipanos?

DC: Sergipe sabe que é o meu estado. Sabe que sou apaixonado pelo estado, sempre que posso estou lá. E sei da torcida e energia positiva que eles dão sempre a para mim nestes jogos, e sei que lá tem uma grande parte que torce pela Espanha.

(Na sequência, trechos de respostas de Diego Costa concedidas a outros órgãos de imprensa na zona mista)

Chance da Espanha e Brasil

Se você olhar os jogadores que temos pela seleção espanhola, nós podemos disputar sim o título mundial... eu sinceramente, vejo o Brasil como favorito. É a seleção que tem totais condições de ganhar por tudo o que já fez, como a volta que deram nas eliminatórias, a entrada do Tite que deu confiança a equipe com isto as coisas saem naturalmente.

Falta de centroavantes semelhantes

O Brasil tem grandes atacantes, como o Firmino que fez que uma grande temporada. Tem o Gabriel Jesus que luta bastante, briga, é um craque. O Brasil tem dois atacantes que podem resolver a qualquer momento. No meu estilo ou não, o mundo está cheio de atacantes ‘tops’.

Impacto da saída do treinador

A gente está fechado desde o primeiro momento que chegamos aqui. Já vimos há semanas trabalhando. Foi algo que aconteceu que não esperávamos, nas na vida, não só no futebol, pode acontecer algo que muda em questão de segundos. Mas é hora de levantar a cabeça, pensar lá na frente porque a vida segue. O novo treinador tem total confiança da gente.