29/01/2019 as 14:46

PREPARAÇÃO PARA 2024

Comitê Paralímpico Brasileiro seleciona sergipanos para treino em São Paulo

A delegação vivenciará experiências no esporte de alto rendimento com treinadores do CPB, com o intuito de serem avaliados e condicionados para possível participação na Paralímpiada Mundial de 2024


Comitê Paralímpico Brasileiro seleciona sergipanos para treino em São PauloFoto: Arquivo/ASN

Três alunos da rede estadual de ensino de Sergipe e um da rede municipal de Aracaju embarcaram nesta terça-feira (29), no aeroporto de Aracaju, a convite do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), para participarem do Projeto Camping Paralímpico Escolar 2019. Em São Paulo até 6 de janeiro, a delegação, também composta de um técnico e guia, vivenciará experiências no esporte de alto rendimento com treinadores do CPB, com o intuito de serem avaliados e condicionados para possível participação na Paralímpiada Mundial de 2024.

Luciele Caroline (Centro de Excelência Vitória de Santa Maria), Kelianny dos Santos (Colégio Estadual Senador Leite Neto), Bruno Marcos da Paixão (Colégio Ofenísia Freire) e Tarcísio Alves Nunes Barbosa (Escola Municipal Olga Benário) passarão por um “intensivo” no Centro de Treinamento Paralímpico, e quando retornarem a Aracaju continuarão com as atividades, visando ao aprimoramento das técnicas e ao alcance de melhores resultados.

“É a segunda vez que Sergipe é selecionado devido aos bons resultados dos nossos atletas nas Paralimpíadas Escolares de 2018. O objetivo é dar continuidade à evolução técnica, desta vez, de forma intensiva e com técnicos do Comitê Paralímpico. Essa vivência vislumbra uma possibilidade de participação na Paralimpíada Mundial”, explicou Auxiliadora Pires, diretora do Departamento de Educação Física da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc).

Antônio Júnior, professor de atletismo, avaliou que Sergipe foi bem contemplado no Camping Paralímpico Escolar, já que foram selecionados quatro atletas da rede estadual, apesar de um não ter ido por questões familiares. "Graças ao apoio do Governo de Sergipe, por nos ter oportunizado a participação nas Paralimpíadas Escolares, fomos observados na competição nacional e selecionados", disse.

Os alunos paratletas terão a oportunidade também de passar por oficinas de nutrição, de psicologia do esporte, de vivenciar manhã e tarde o dia a dia dos paratletas de alto rendimento.

Paralimpíadas Escolares

A Delegação Paralímpica de Sergipe, em sua nona participação nas Paralimpíadas Escolares, conquistou 60 medalhas em 2018. Com o resultado, os alunos paratletas sergipanos alcançaram o 7º lugar no quadro geral de medalhas da competição, que envolveu 989 atletas de 23 Estados e do Distrito Federal.

A 12ª edição das Paralimpíadas Escolares foi realizada em São Paulo. Semelhantemente ao que ocorreu em 2017, foram ofertadas 11 modalidades: atletismo, bocha, basquete em cadeira de rodas (formato 3x3), futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, judô, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado. 

Fonte: ASN