08/03/2019 as 11:13

Futebol

Apronto do Sergipe também será com portões fechados

Técnico Leandro Campos quer “olheiros” longe do João Hora de Oliveira


Apronto do Sergipe também será com portões fechados

Como quarta-feira e ontem, nesta sexta-feira, quando acontece o apronto do time do Sergipe para o jogo de amanhã, às 16h, no Estádio Batistão, diante do Olímpico, de Itabaianinha, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Sergipano da Série A-1 de 2019, será com os portões do João Hora de Oliveira fechados para a imprensa e torcedores.

A decisão é do técnico Leandro Campos e visa a evitar possíveis presenças de olheiros, justamente num momento em que, segundo o experiente treinador, os rubros precisam do máximo da tranquilidade para trabalhar. “É um direito que nos assiste. Afinal, estamos numa reta de definições e qualquer descuido pode prejudicar o nosso trabalho”, disse o ex-comandante do Itabaiana, no Estadual de 2018.


Na tarde de ontem, durante mais de uma hora, Leandro Campos esteve à frente da movimentação do elenco em um ensaio com bola. O alvo do comandante é o ajustamento do time que realiza um início de temporada irregular e precisa se recuperar. Para ter uma ideia, o Colorado Sergipano, neste início de temporada, em 13 jogos disputados, sofreu 17 gols.


“Vamos organizar a casa. O tempo, ainda, é curto para isso. Mas não demorará muito e o Sergipe voltará a ser forte e vencedor”, declarou.
A formação que vai enfrentar o Dragão da Zona Sul, ainda, não está definida. Uma posição sobre isso, Leandro Campos só irá tomar logo mais à tarde, quando dirige a última atividade com bola da semana. Com dez pontos, em seu ativo da tabela do campeonato, a meta do Sergipe, amanhã, é faturar três pontos positivos e esperar por resultados diferentes do Dorense e Itabaiana. É a condição para a equipe terminar o turno em terceiro lugar e levar na bagagem o direito de fazer os três primeiros jogos do hexagonal em casa.


Em relação à Copa do Nordeste, competição em que o Sergipe já disputou cinco jogos e só decepcionou, perdendo todos, Campos revelou que não vai deixar de lado. A intenção do treinador do vermelhinho é, por enquanto, priorizar o Estadual, onde o Sergipe, ainda luta para ficar entre os três primeiros colocados. Mas, após a definição, ele afirmou que as atenções se voltarão para o torneio, onde a classificação para a segunda fase, apesar de muito difícil, ainda, não está descartada.


“São poucas as chances, mas o importante é que existem. Na próxima semana, vamos enfrentar o Bahia, na Fonte, e vencendo-o as coisas vão começar a clarear para o nosso lado”, acrescentou.


Para o capitão do time, o experiente Ramalho, o Sergipe, embora não esteja passando por um grande momento, tem condições de melhorar e isso tem de começar o mais rápido possível.


“Como está é que não pode continuar. Estamos iniciando um novo estágio, com a chegada do novo treinador e, agora, o que nos restar é treinar mais para que a máquina engrene e os bons resultados apareçam”, disse Ramalho.