09/04/2019 as 18:43

ATÉ 2023

Presidente da CBF diz que sua gestão será pautada pela integridade

“Não vamos tolerar nenhuma prática duvidosa”, garantiu


Presidente da CBF diz que sua gestão será pautada pela integridadeFoto: Agência Brasil

O presidente eleito da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, tomou posse hoje (9), na sede da entidade, para um mandato até 2023. Caboclo disse que sua gestão será pautada sobre dois pilares: integridade e eficiência.

O novo presidente da CBF disse que estará aberto às boas ideias, visando fazer sempre o melhor e abrindo espaço relevante a ex-jogadores. A situação de desgaste a que chegou a CBF, cujos três últimos presidentes (Ricardo Teixeira, José Maria Marins e Marco Polo Del Nero) tiveram problemas com a Justiça, será enfrentada com determinação, segundo Caboclo. Para isso, ele pretende aumentar o controle de governança, risco e conformidade, aplicando “com energia o código de ética”.

“Não vamos tolerar nenhuma prática duvidosa”, garantiu.

A ideia é aumentar a transparência das ações da CBF, seguindo regras das melhores empresas do país em termos de gestão. Caboclo informou que a CBF aplica mais de dois terços do que arrecada no futebol de base. No ano passado, foram R$ 463 milhões, e, nos últimos anos, mais de R$ 1,5 bilhão.

Seleção

Caboclo anunciou que na Copa América, que acontecerá este ano no Brasil, a seleção brasileira vestirá a camisa branca que usou há 100 anos, quando ganhou o mesmo campeonato, em 1919. A nova camisa foi apresentada pelo jogador do Real Madrid Vinicius Júnior.

Para um público formado, entre outros, pelos presidentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Gianni Infantino, e da Confederação Sul Americana de Futebol (Conmenbol), Alejandro Dominguez, pelos presidentes das 27 federações de futebol do país e pelos presidentes dos clubes das séries A e B, representando todas as agremiações do país, Rogério Caboclo disse que sua missão à frente da CBF será alcançar a evolução dentro e fora do campo. “Essa é a minha missão”.

Time de craques

O presidente da CBF anunciou como novo diretor de Desenvolvimento de Futebol, Juninho Paulista, pentacampeão do mundo pela seleção brasileira. “O futebol é um esporte coletivo, e nossa gestão será assim”, prometeu o presidente, apresentando um time de ex-técnicos e ex-jogadores que integrarão o Conselho de Craques, órgão consultivo “técnico e independente” que vai analisar todas as áreas do futebol, com o objetivo de melhorar as práticas. O time é formado por Cafu, Ricardo Rocha, Muricy Ramalho, Jairzinho, Careca, Carlos Alberto Parreira, Zinho, Gilberto Silva e Juninho Paulista, além de duas ex-jogadoras da Seleção de Futebol Feminina: Pretinha e Michael Jackson.

Projetos

Entre os projetos que anunciou, destaque para a construção do Centro de Desenvolvimento do Futebol do Brasil, em área de 100 mil metros quadrados na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Caboclo disse que vai criar também a Centro de Desenvolvimento de Arbitragem e o Centro de Desenvolvimento do Futebol Feminino, sem esquecer o CBF Social, que abrigará escola em tempo integral para crianças e jovens. “O projeto reflete o que eu penso, que o aperfeiçoamento e a aprendizagem constantes são caminhos para o desenvolvimento”.

Para elevar o patamar do futebol na economia, proporcionando “uma escalada do esporte no PIB (Produto Interno Bruto) nacional”, Rogério Caboclo disse que será necessário diversificar e otimizar as fontes de recursos. Isso só virá, segundo ele, com a adoção de gestão profissional.

Além da Copa da América, o novo titular da CBF quer trazer para o Brasil a Copa do Mundo Sub-17 e a Copa do Mundo Feminina, entre outros campeonatos.

Caboclo anunciou o novo técnico da Seleção Olímpica, Sylvinho, membro da comissão técnica principal, que terá como meta “construir um Brasil melhor e mais feliz”.

Ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, Caboclo assegurou que estará em Paris, no próximo dia 5 de junho, para contribuir para a sua reeleição.