07/05/2019 as 09:09

Futebol

Dragão volta a encarar Sampaio Corrêa na Pré-Copa do Nordeste

Duelo acontece hoje à noite, em São Luiz, e só a vitória interessa.


Dragão volta a encarar Sampaio Corrêa na Pré-Copa do Nordeste

Depois do segundo fiasco no Grupo A, da Série C do Campeonato Brasileiro de Clubes, após a derrota para o Globo, do Rio Grande do Norte, por 2 a 0, no último sábado, em Ceará Mirim, as atenções do Confiança, agora, se voltam para a Pré-Copa do Nordeste. A equipe alviazul do bairro Industrial disputa, com o Sampaio Corrêa, do Maranhão, uma vaga para a fase de grupos da competição regional e uma verba de R$ 1.200 milhão, de prêmio, pela classificação.

Como a disputa para ver quem segue no torneio é pelo sistema mata-mata, já aconteceu o primeiro confronto entre as duas equipes. Foi no Batistão, em Aracaju, e o resultado foi desastroso para o Dragão: um empate sem gols, num jogo em que se apresentou melhor e, por isso, merecia a vitória. O segundo duelo, nesta terça-feira, terá por palco o Estádio Castelão, na capital maranhense. Para se classificar, os dois times, precisam vencer. Uma nova igualdade no marcador leva a decisão para as cobranças de penalidades máximas.


Desgastados pela viagem e, mais do que isso, a derrota para a agremiação da Grande Natal, os proletários desembarcaram no Aeroporto Internacional de São Luiz – Marechal Cunha Machado, por volta da meia noite de domingo. Ontem à tarde, como estava, previamente, programado, eles foram ao campo do Estádio Nhorzinho Santos, de propriedade do Moto Club, onde realizaram um treino tático.


Apesar do inesperado resultado de sábado, o clima entre os jogadores não é desânimo e, muito menos, de desespero. Todos reconhecem que o momento, por que passa a equipe, é de dificuldade, mas nem por isso deixam de acreditar que, num curto espaço de tempo, a recuperação chegará e, com ela, os grandes resultados.

“Foi outro resultado que não estava em nossos planos. Mas, outra vez, cometemos erros inconcebíveis, do que se aproveitou o Globo para nos surpreender. Agora, não adianta lamentar mais, porque não existe mais retorno. O que mais devemos fazer é levantar a cabeça, nos impor, em campo, e fazer uma grande partida, contra o Sampaio Corrêa, e levar na volta para casa a classificação”, disse o meia Rafael Villa.

Mesmo decepcionado com a derrota, no Brasileiro, o técnico Daniel Paulista não fez duras críticas à atuação da equipe. O treinador só lamentou os erros cometidos pelo setor defensivo e, mais uma vez, a falta de objetividade do setor ofensivo.
“Não foi uma boa apresentação. O time voltou a incorrer em equívocos inadmissíveis, que devem ser evitados contra o Sampaio Corrêa. Afinal, o Confiança tem uma grande equipe e, seguramente, está preparado para dar a volta por cima”, declarou o jovem orientador, que não planeja modicar o onze para o reencontro com Bolívia Querida, nesta terça-feira.