11/12/2017 às 15h53 - Morar Bem

Mantenha sua casa segura durante as férias

Vai viajar e aproveitar as férias em janeiro do ano que vem? Então, fique atento à segurança.

Foto: Divulgação

 

Férias são sempre boas oportunidades de recarregar as baterias, se divertir com os amigos ou a família e aproveitar bons momentos juntos de relaxamento e lazer. Mas imagine chegar em casa e encontrar objetos espalhados por todo chão ou simplesmente não encontrar nada. Esta situação desagradável é muito comum de acontecer durante o período das férias escolares de janeiro. Afinal, os criminosos sabem que muitas residências estão desprotegidas, e os velhos truques para tentar enganá-los já não funcionam mais. Porém, algumas medidas podem ser tomadas para evitar tudo isso.

 

Para pessoas que moram em condomínios – sejam de casas ou apartamentos –, a dica é evitar, ao máximo, divulgar o itinerário de sua viagem para os outros. “Agir com discrição pode impedir que pessoas mal-intencionadas saibam que o lar está vazio. Se for passar muito tempo fora, é importante deixar avisado o zelador e o porteiro, e também deixar uma autorização com alguém no caso de alguma pessoa ou empregado precisar entrar no seu apartamento durante sua ausência”, explica Amilton Saraiva, especialista em condomínios. Além disso, por mais que se confie em funcionários da residência, por exemplo, faxineira ou jardineiro, eles podem inocentemente comentar com alguém de fora, que pode não ser uma pessoa bem-intencionada.

 

Amilton Saraiva comenta que a portaria conhece a rotina do condomínio, e é muito difícil os profissionais desta área não perceberem a ausência de algum morador. Por isso, segundo ele, é recomendável que os porteiros sejam contratados através de uma empresa terceirizada confiável, que ofereça um treinamento especializado de atendimento, discrição e segurança preventiva. “A empresa, profissional e especializada, realiza contratações após verificar o histórico profissional e pessoal do porteiro e também ao investigar possíveis antecedentes criminais, a conduta e a indicação”, diz. Quando a contratação é feita diretamente pelo condomínio, geralmente, o administrador não dispõe de todos esses recursos, aumentando o risco de maus profissionais entrarem em um ambiente onde a segurança deveria ser prezada e mantida.

 

Atenção intensificada 


Como em toda e qualquer residência, a atenção deve ser intensificada também quanto ao fechamento correto de portas, grades e janelas, e objetos valiosos precisam ser colocados em um lugar seguro e longe de serem vistos facilmente, caso ocorra alguma invasão. “Para prevenir a entrada indesejada de pessoas mal-intencionadas, pode-se instalar um sistema de segurança 24 horas, com alarmes e circuito interno de câmeras. E, ainda, não é indicado deixar a luz acesa durante o tempo em que estiver fora, porque, na verdade, pode ser uma evidência de que não há ninguém em casa, além de poder ser um gasto desnecessário de energia”, argumenta Amilton. É importante, também, pedir a um vizinho ou uma pessoa de confiança para visitar sua casa sempre que for possível. Isto indica que o lar não está vazio e engana os ladrões.

 

E mais: os cuidados com a segurança durante as férias não devem ser apenas quanto a ações criminosas. É crucial, também, se certificar de que registros de água e gás, por exemplo, foram bem-fechados, para, assim, evitar eventuais desperdícios e acidentes. Estes procedimentos de segurança garantem tranquilidade à família que irá curtir a viagem, sem ninguém precisar se preocupar se irá encontrar surpresas desagradáveis ao voltar.

Comentários

comments powered by Disqus