02/02/2018 às 09h47 - Morar Bem

Imprima estilo com geometria na decoração

Variadas formas de inspiração do décor geométrico vão deixar sua casa com um toque para lá de moderno.

O uso de formas geomé- tricas na decoração existe desde sempre. É possível afirmar, no entanto, que os estilos que as usaram de forma mais marcante foram o modernismo, que brincava com essas formas e as funções dela, e o art déco, com o uso de linhas e formas estilizadas combinadas com o design abstrato. As formas geométricas também marcam presença no estilo contemporâneo, porém de forma mais simples e em elementos pontuais e decorativos, ajudando a compor o ambiente. 

 

Segundo a arquiteta Camila Muniz, esses componentes geralmente configuram um ponto de interesse ou destaque dentro da decoração geral. “Pode ser através de uma pintura diferenciada, através de um grafismo, uma obra de arte, uma maneira inusitada de aplicação de um revestimento ou um objeto decorativo”, exemplifica.

 

Mas como usar objetos geométricos na decoração? O uso das formas geométricas em objetos de decoração requer criatividade e foco. Segundo o arquiteto Nilton Montarroyos, contemporaneamente, não é necessário escolher apenas um estilo de decoração, sendo encorajada a mistura.

 

Camila Muniz aponta que, no mercado, é possível encontrar revestimentos triangulares, hexagonais e em formatos de outros polígonos e circulares, dando a possibilidade de brincar com as formas além do tradicional retângulo ou quadrado. “Outro artefato que brinca com a forma e voltou a ser bastante usado na decoração é o cobogó, um elemento vazado normalmente utilizado para a divisão e a separação de ambientes, e que permite a passagem de luz e de ventilação”, explica.

 

Caso escolha aplicar papel de parede no ambiente, a grande vantagem é a grande variedade e a versatilidade. A arquiteta ensina que papéis de parede com padrões pequenos e repetitivos ajudam a criar uma unidade no espaço, enquanto padrões maiores dão maior destaque à parede. De acordo com ela, existem papéis de parede que criam ilusões óticas, que podem ser usados como um ponto inusitado e ousado para o cômodo.

 

Foto: Divulgação
REVESTIMENTO com desenhos triangulares fogem do tradicional retângulo ou quadrado

 

Ornatos

 

É comum encontrar objetos decorativos em variadas formas geométricas, e o uso desses formatos em quadros e objetos fixados na parede ajuda a criar um ponto focal. Camila Muniz também aponta que é possível achar diversas peças com formatos inusitados, como vasos e almofadas. Porém, ela lembra que é preciso escolher com cuidado os objetos, a fim de se criar um ambiente harmonioso. Entre os ornatos, as sugestões são bolas de vidro, cristais coloridos, espelhos ou até quadros monocromáticos e abajures com design limpo para criar um ambiente equilibrado e interessante.

 

Os móveis com pé palito são uma grande recomendação para aplicar a geometria no mobiliário, priorizando a forma da peça e deixando-a mais clean. Mesas de centro ou laterais, bancos e pufes são apontados como as peças com mais variedade de formatos no mercado

 

Ao usar um móvel com formato arrojado, Camila alerta que é preciso ter em mente o local de uso, pois essas peças roubam a atenção do ambiente facilmente. E se quiser usar formatos diferentes nas luminárias, a dica é investir nos formatos de iluminação pendente, de mesa ou piso, enquanto as luzes gerais funcionam melhor em formatos tradicionais (quadrados, retangulares ou circulares).

 

A grande vantagem das formas geométricas na decoração é que elas abrem a possibilidade de marcar diferentes estilos, desde um simples e funcional até um arrojado e excêntrico, deixando a personalidade do morador falar mais alto na hora de decorar a casa.

Comentários

comments powered by Disqus