22/02/2019 as 10:44

Você sabe?

Quais as diferenças entre sítio, chácara e fazenda?

Conheça o que diferencia os três principais tipos de imóveis rurais e descubra o que mais combina com você.


Quais as diferenças entre  sítio, chácara e fazenda?

No Brasil, quem está à procura de um imóvel que reserve as maravilhas da vida no campo, não costuma ter dificuldades em encontrar propriedades que têm como diferencial o contato com a natureza. Por ser um País rico em fauna e flora, são muitas as opções, ainda que sempre associadas a três principais modelos: sítio, chácara e fazenda.
Com semelhanças óbvias entre si, é comum serem confundidos como sinônimos, quando na verdade cada tipo possui particularidades que, a depender do que se é pretendido, podem pesar no momento de tomar a decisão sobre qual é o melhor investimento. Então, confira quais as principais diferenças:

Fazenda
Ao se pensar em vida no campo e imóveis rurais, é comum imaginar o dia a dia de uma fazenda. Isso vem do fato de esse modelo de propriedade ter como principal característica o fato de destinar-se, principalmente, à agricultura e à pecuária, o que exige da casa uma estrutura que comporte materiais de auxílio à produção agrícola.

No caso de fazendas de muitos hectares, o padrão é separar a casa propriamente dita dos espaços que servem como depósito ou área de produção, isto é, ambientes de moagem, caleação etc. A casa, portanto, reserva características típicas de um imóvel destinado a simples moradia, mas rodeada de tudo o que se conhece por ruralidade.

Chácara
Diferentemente do que muitos pensam, a chácara é, sim, uma propriedade rural. Quando da sua popularização, o modelo de imóvel ficou conhecido como uma versão menor e mais barata de uma fazenda, mas, com o passar do tempo, foi adquirindo características que a afastou do trabalho no campo.

Atualmente, a chácara é, sobretudo, um imóvel que se destina à recreação. É comum que investidores do mercado imobiliário façam negócios de aluguel de chácaras por temporada, tendo em vista a grande quantidade de interessados em épocas específicas do ano. É, portanto, um imóvel utilizado como um refúgio temporário por quem vive nas grandes metrópoles.

Sítio
Assim como a chácara, o sítio surgiu como um modelo mais modesto de fazenda, algo que continua a ser perpetuado até hoje. É destinado, sobretudo, a quem deseja uma propriedade rural típica, com o cultivo de produtos agrícolas, mas em um tamanho menor e com menos responsabilidades agrárias.


Há também quem defina o sítio como uma propriedade híbrida, que reserva características de uma fazenda e também de uma chácara. Isso porque é comum que também seja utilizado para recreação, sendo, inclusive, muitas vezes, alugado por temporada ou para a realização de eventos, o que acaba por torná-lo o tipo de propriedade rural mais popular. (Fonte: ZAP em Casa)