26/04/2019 as 09:38

Decor

Quadrinhos decorativos: saiba como usá-los

Para a arquiteta Lara Borges, existem alguns aspectos que precisam ser considerados na hora de decorar. O primeiro deles, segundo ela, é saber qual o estilo do ambiente.


Quadrinhos decorativos: saiba como usá-los

Os quadrinhos decorativos chegaram para ficar. Eles se encaixam na decoração de diversos ambientes. Podem ficar no quarto, sala, escritório, lavabo, corredor e onde mais a imaginação mandar. São, na verdade, acessórios que dão personalidade e vida aos ambientes. Afinal, paredes nuas não são exatamente sinônimo de decoração minimalista ou clean.


Para a arquiteta Lara Borges, existem alguns aspectos que precisam ser considerados na hora de decorar. O primeiro deles, segundo ela, é saber qual o estilo do ambiente. “É uma sala, um quarto, corredor? Quem usa o espaço? Quais são os gostos dos usuários do lugar? Os quadrinhos devem combinar com a decoração já existente. Isso vai dar uma aparência harmoniosa quando o mix de quadrinhos estiver pronto”, explica ela.

A estudante de Arquitetura e urbanismo e artista plástica Janaína Chaves destaca que os quadrinhos são acessórios que refletem a personalidade das pessoas que transitam onde eles irão decorar. “Os quadrinhos decorativos são capazes de conferir estilo e personalidade a qualquer ambiente. Eles podem criar um visual muito interessante em uma composição em cima de móveis, como o aparador no hall de entrada, por exemplo”, comenta ela, que, há dois anos, criou o Meias Coloridas (@meia_colorida).

Com total apoio dos pais, a futura arquiteta tomou gosto pela arte dos quadrinhos e, hoje, coleciona seguidores em suas redes sociais, buscando sempre aperfeiçoamento, Janaína Chaves diz que as letras de músicas e frases motivacionais são as temáticas mais procuradas. “Faço qualquer tipo de arte nos quadrinhos, que podem ter tamanhos e cores diferentes na decoração”, explica Janaína.

Lara Borges, por sua vez, ressalta que os quadrinhos podem ser de formatos diferentes ou todos com molduras iguais. De acordo com ela, um mix de quadrinhos todos do mesmo formato e molduras iguais vai ser bem mais fácil de distribuir no espaço da parede. “Outra vantagem é poder ousar mais nas imagens emolduradas. Como o equilíbrio está garantido pela uniformidade das molduras, dá para usar cores, desenhos e letterings diferentes”, justifica a arquiteta.

Já no caso de quadrinhos de tamanhos e formas diferentes, é necessário mais cuidado para compor uma combinação legal. Lara sugere que utilize como base o chão e vá passando as medidas e montando nas paredes. É importante que os desenhos combinem também. Também é interessante fazer uma mistura desses tipos de quadros com outros objetos de parede, o que também traz personalidade mais forte para o ambiente. “Cuidado com a paleta de cores, para que haja uma “conversa” entre eles, da mesma forma que nós pensamos nas cores das nossas roupas”, recomenda Lara Borges.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.