16/01/2019 as 17:37

MUNDO

Depois de tropas serem mortas, EUA afirmam que Estado Islâmico foi derrotado

Vice-presidente dos EUA Pence não mencionou as mortes em um discurso para 184 chefes de missões diplomáticas em Washigton


Depois de tropas serem mortas, EUA afirmam que Estado Islâmico foi derrotadoFoto: Joshua Roberts/Reuters

"O Estado Islâmico foi derrotado na Síria", disse nesta quarta-feira, 16, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, horas após os soldados americanos terem sido mortos em um ataque à bomba no norte da Síria, reivindicado pelo grupo militante.

Pence não mencionou as mortes em um discurso para 184 chefes de missões diplomáticas dos EUA reunidos em Washington em todo o mundo para um discurso que soou mais como um comício de campanha do que uma visão estratégica da política externa dos EUA.

Houve relatos mistos sobre quantos americanos morreram na explosão na cidade de Manbij, no norte da Síria, com uma autoridade dos EUA dizendo que quatro foram mortos, enquanto outros disseram que dois morreram.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse que 20 pessoas foram mortas, incluindo cinco soldados dos EUA.

Uma autoridade dos EUA que se recusou a ser identificada disse que quatro soldados dos EUA foram mortos e três ficaram feridos na explosão, que um site afiliado ao Estado Islâmico disse que era obra de um homem-bomba. Um monitor de guerra disse que 19 pessoas no total morreram na explosão. 

O ataque acontece quase um mês depois do anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, em 19 de dezembro, de que retiraria 2.000 soldados dos EUA da Síria depois de concluir que o Estado Islâmico havia sido derrotado lá. Sua decisão levou à renúncia do secretário de Defesa dos EUA, Jim Mattis, que citou diferenças de política com o presidente por sua saída.

Fonte: Reuters