30/04/2019 as 09:22

Internacional

Imperador Akihito, do Japão, abdica ao trono nesta terça-feira

Cerimônia será realizada no Palácio Imperial, em Tóquio.


Imperador Akihito, do Japão, abdica ao trono nesta terça-feiraFoto: Divulgação

O imperador Akihito, do Japão, deverá abdicar ao trono nesta terça-feira (30), dando, assim, término a três décadas de Era Heisei. Logo em seguida, seu filho, o príncipe herdeiro Naruhito, assumirá o posto.

A cerimônia de abdicação do imperador será realizada no Palácio Imperial, em Tóquio. O premiê Shinzo Abe transmitirá gratidão ao imperador em nome do povo japonês. 

Em uma rara mensagem proferida três anos atrás,  Akihito expressou preocupação de que sua avançada idade possa dificultá-lo de continuar cumprindo seus deveres, e isto foi visto como um desejo de renunciar ao trono.

Mas não havia uma estrutura legal para a abdicação, e além disso, a Constituição do país proíbe que o imperador tenha quaisquer influências políticas. Mas, como muitos japoneses expressaram simpatia por ele, o parlamento aprovou uma lei especificamente para permitir que ele abdicasse.
 
O imperador Akihito chegou ao trono quando tinha 55 anos de idade, após a morte de seu pai. Foi o primeiro a assumir a posição seguindo a Constituição pós-guerra, que define o seu papel como o de "símbolo do Estado".


Ele viajou por todo o Japão para visitar áreas atingidas por desastres, instalações para pessoas com deficiências e locais em memória aos mortos na guerra.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.