05/09/2018 as 14:11

Municípios

Justiça concede registro de bebê encontrado em lixo de hospital

A mãe do bebê já foi identificada pela polícia.


Justiça concede registro de bebê encontrado em lixo de hospitalFoto: Divulgação

A juíza da 2ª Vara Cível, Tatiane Nascimento, concedeu registro provisório ao bebê encontrado em uma lixeira do Hospital Regional D. Jessé Fontes, em Estância. Segundo a magistrada, o registro foi feito nesta terça-feira (4) junto com o pedido de manutenção do atendimento no abrigo, onde está desde a segunda (3), quando recebeu alta da Maternidade Amparo de Maria.

O nome não foi revelado para proteger a imagem do bebê.

MÃE IDENTIFICADA 

De acordo com a delegada Gisele Martins Pimentel, da Delegacia Especial de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DEAGV) de Estância, a mãe do bebê foi identificada ontem (4) e trata-se de uma adolescente e, a princípio, não teria confessado ser a mãe da criança, mas depois da realização do exame beta HCG, foi constatado a gravidez recente, e ela assumiu que deixou o bebê no latão de lixo.

O CASO

O bebê recém-nascido foi abandonado no vaso de lixo do banheiro da recepção do Hospital Regional de Estância no último domingo (2). A informação preliminar foi de que a mãe teria entrada em trabalho de parto dentro do banheiro da recepção e dado à luz no local.

De acordo com a diretora do hospital, Luara Cedim, o bebê estava coberto com papel-toalha e foi encontrado por funcionários do hospital, após ouvirem o choro da criança, que ainda estava com a placenta e o cordão umbilical.

O caso ainda está sendo investigado pela polícia.