08/08/2019 as 15:34

VACINAÇÃO

Reunião define estratégias para o controle da raiva no Estado

Campanha antirrábica foi cancelada pelo Ministério da Saúde


Uma reunião entre os representantes dos municípios e a Secretaria de Estado da Saúde (SES) definiu estratégias para o controle da raiva no Estado. As medidas serão intensificadas após o anúncio do Ministério da Saúde de que este ano não haverá a campanha de vacinação antirrábica para imunizar cães e gatos.

Os municípios dialogaram sobre como priorizar a vacinação de cães e gatos em função do quantitativo de doses insuficiente para atender todo o Estado. De acordo com a gerente do Núcleo de Endemias da SES, Sidney Sá, o encontro foi muito proveitoso primeiro porque houve a participação de 100% dos municípios e, segundo, porque ficou definido os territórios onde a vacinação vai ocorrer.

A partir de um estudo epidemiológico da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), com casos da doença em animais herbívoros (gado e cavalos) e silvestres, foi possível mapear as áreas críticas para a raiva. “Embasados nesse estudo é que nós sugerimos aos municípios para priorizarem a zona rural de cada município, sendo que em oito deles a vacinação de cães e gatos irá acontecer no campo e também na zona urbana, uma vez que apresentaram classificação de alto risco”, informou.

Sidney Sá destacou que Sergipe receberá do Ministério da Saúde uma quantidade insuficiente de doses da vacina animal para a realização de uma campanha geral. “A raiva, diferentemente de outras doenças, precisa que a prevenção seja trabalhada muito fortemente porque a doença em humanos tem alta letalidade, resultando quase que 100% em óbitos”, enfatizou a gerente.

Alguns municípios que estão em alto risco para a raiva e possuem um bom estoque de doses tanto vão realizar uma campanha em seu território como já começaram a vacinação. É o caso de Itabaiana, que desde o dia dois de julho que imuniza cães e gatos da área rural da cidade e no dia 24 de setembro expande a ação para a área urbana, quando realizarão o “Dia D”.

O município de Estância não está na mesma posição confortável. Em situação de alto risco para a raiva, o município vai concentrar os esforços na zona rural.  A vacinação vai acontecer de 19 de agosto a 26 de setembro.