06/09/2019 as 17:02

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Municípios sergipanos poderão receber recursos federais

Riachuelo, Santa Rosa de Lima e Japaratuba foram avaliados pela Defesa Civil


Três municípios sergipanos tiveram situação de emergência decretada e homologada pelo Estado e reconhecida pelo Governo Federal, em decorrência das chuvas de julho: Riachuelo, Santa Rosa de Lima e Japaratuba.

Ao longo esta semana estiveram reunidos o Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Depec/Seit) e o analista de infraestrutura da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), Gunter Assis Moraes. Os órgãos fizeram reuniões e vistorias técnicas para avaliar consequências e soluções, a partir da possibilidade de liberação de recursos federais.

Representando a secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, o analista de infraestrutura da área de reestabelecimento, Gunter Assis Moraes, afirmou que, após as visitas, serão emitidos relatórios sobre as situações locais. “Nosso papel aqui hoje, em Sergipe, é tentar entender melhor a situação, verificar in loco as informações repassadas pelo Estado ao poder público e ao Governo Federal e dar sugestões de soluções bem aplicadas, para mitigar ao máximo o sofrimento da população e fazer o melhor uso possível do recurso público. A coordenação do Departamento de Obras de Encostas da Defesa Civil Nacional vem orientando os entes federativos a tentar solucionar os problemas decorrentes dos desastres da melhor forma possível, tentando aplicar os recursos com maior eficiência”, explicou Gunter.

 

Santa Rosa de Lima

O principal desastre foi a cabeceira da ponte do município, localizada na rodovia estadual SE-240. A ruptura total da cabeceira da ponte comprometeu o acesso à sede do município, sendo necessário fazer um desvio de aproximadamente 3 km. Foi solicitado recurso no valor de, aproximadamente, R$ 700 mil para restabelecimento da ponte.

 

Riachuelo

O Depec conseguiu, em agosto, a inédita aprovação de recurso federal no valor de R$ 258.625,17 para a recuperação da cabeceira da ponte de Riachuelo. Localizada na rodovia SE-245, a cabeceira foi parcialmente destruída em decorrência das chuvas intensas que elevaram os níveis do Rio Sergipe, causando uma inundação sem precedentes no município.

 

Japaratuba

Em Japaratuba, as fortes chuvas ocasionaram a abertura de uma cratera e rompimento de uma tubulação de drenagem local. Com esse desastre, cinco casas foram completamente destruídas e aproximadamente 14 casas comprometidas em área de risco.