21/12/2018 as 14:49

Governo Bolsonaro

Pela primeira vez na história, novo governo exclui ministros do Nordeste

Ministra Damares Alves apesar de ter morado em Aracaju, nasceu no Paraná


Pela primeira vez na história, novo governo exclui ministros do NordesteFoto: Rafael Carvalho/Divulgação

O governo de Jair Bolsonaro finalizou nomes que irão assumir os ministérios, e pela primeira vez na história da República nenhum representante das regiões Norte e Nordeste assumirão o primeiro escalão.

A ministra de Mulheres, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, é a que mais se aproximou de ser considerada “nordestina”. Apesar de ter nascido no Paraná, morou em várias cidades do Nordeste, incluindo na capital sergipana, Aracaju.

Em ambas regiões, Bolsonaro conquistou cerca de 13 milhões de votos. Dos 22 ministros anunciados, 8 são do Sul, 11 do Sudeste, 2 no Centro-Oeste e um colombiano naturalizado brasileiro. O vice, Hamilton Mourão, é sulista.

O Presidente do PSL, Luciano Bivar, disse à Folha de São Paulo, em reportagem divulgada nesta sexta (21), que o local que nasceu não garante qualificação para assumir o posto.

"Se fosse o caso de colocar 15 ministros sulistas, ele colocaria. Se fosse o caso de colocar 15 nordestinos, ele colocaria. Não há nenhuma discriminação com relação a região, etnia, gênero, nada disso. É uma questão eminentemente técnica", afirmou.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.