05/04/2018 às 15h34 - Turismo

As cidades preferidas pelos turistas na América Latina

Cancún, Punta Cana e Cidade do México são as regiões mais visitadas por turistas estrangeiros na América Latina, segundo o Euromonitor.

Por: Exame

Foto: Fabylous/Thinkstock
Cancún, no México: a cidade preferida dos turistas estrangeiros na América Latina

 

Cancún, no México, é a cidade preferida dos turistas na América Latina. A região é de longe a mais popular entre todas dos países latino-americanos e viu seu o número de visitantes aumentar mais de 20% nos últimos cinco anos, segundo o relatório World Travel Market (WTM) Latin America, do Euromonitor, provedor de pesquisa de mercado.

 

Punta Cana, na República Dominicana, e Cidade do México, no México, aparecem na segunda e terceira posição, respectivamente, entre as cidades mais visitadas. As duas tiveram também aumento na chegada de turistas entre 2012 e 2017, apontou o estudo.

 

Das 20 cidades que mais recebem turistas na América Latina, quatro estão no México e no Peru, três estão no Chile, duas estão no Brasil e República Dominicana, e uma está na Argentina, Colômbia, Costas Rica e Uruguai.

 

No Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo aparecem entre as cidades mais visitadas por turistas do mundo todo. Nas duas regiões, taxa de crescimento em números de viagens cresceu entre os anos de 2012 e 2017, segundo o WTM.

 

Caracas, na Venezuela, Buenos Aires, na Argentina, e Foz do Iguaçu, no Brasil, aparecem entre as dez cidades em que o número de chegadas de estrangeiros caiu nos últimos cinco anos.

 

Já entre os países mais populares, o México é o que mais recebe a visita de estrangeiros, seguido do Brasil e da Argentina. O Chile aparece na quarta posição e foi o país que apresentou a maior taxa de crescimento em número de viagens entre 2012 e 2017.

 

A maioria dos visitantes estrangeiros que viajam para países da América Latina vem dos Estados Unidos, seguido do Canadá, França, Reino Unido e Espanha.

 

Confira a seguir as 12 cidades mais visitadas por estrangeiros na América latina, de acordo com o Euromonitor:

 

Comentários

comments powered by Disqus