09/04/2018 às 16h06 - Cultura

Mantre, a música e a razão

Power trio lança clipe da primeira canção do álbum “Introspecto”.

Por: Gilmara Costa/ Equipe JC

Foto: Arnon Gonçalves/Divulgação
O trio Diego Trindade, Lucas Black e Nonato Matos faz show no próximo dia 14, no Capitão Cook

 

Com a racionalidade musical de quem quer compartilhar os caminhos sonoros percorridos, a banda Mantre inicia as atividades de 2018 com o lançamento do clipe ‘Sem Razão’, faixa do primeiro álbum, ‘Introspecto’ (2016), nesta sexta-feira, 9. Nele, um ciclo de autoflagelo mental, em que o personagem principal fica preso em uma sequência de fatos ligados a um acidente, cujas imagens são metáforas da ideia de culpa levantada na letra da canção. O roteiro e direção é do cineasta Jesus Alves, sergipano que mora na Argentina, mantém ‘laços’ de amizade e ‘nós’ de profissionalismo quando o assunto é audiovisual. 

 

“Sem Razão’ é a primeira música de trabalho da Mantre. O clipe é a continuidade da promoção do nosso primeiro álbum e inicia a fase de lançamentos de clipes de ‘Introspecto’, já disponível nas principais plataformas de streaming. Já fizemos alguns shows este ano, mas o clipe, de fato é o marco inicial das novidades para 2018. Até o meio do ano teremos mais clipes e um novo single. Posteriormente, um novo álbum totalmente autoral. A banda pretende tocar muito esse ano e ainda esse mês, no dia 14, no Capitão Cook”, revelou Diego Andrade. 

 

A história do clipe tem início em um bosque nos arredores da capital argentina, com algumas cenas feitas na Praia de Jatobá e Parque Eólico, ambos na Barra dos Coqueiros no Sergipe. “Durante nosso brainstorm tivemos a ideia de um ciclo em que o personagem está preso a um lapso temporal caçando a si mesmo. Essa foi a forma de metaforizar a culpa que sofremos sobre nossos próprios atos. No caso, o ato do personagem ter matado sua família em um acidente”, revela Nonato.

 

“Há um bom tempo a banda já vinha sentindo a necessidade de transcender o que estava sendo gravado no álbum ‘Introspecto’. Era um desejo de criar algo que resumisse a essência da música, e que contemplasse a atmosfera do nosso projeto. O que parecia um devaneio, depois de alguns meses se tornou um pré-roteiro que mexeu com todos. O estranhamento foi ganhando vida e só aumentava a sensação de estar próximo de concretizar algo que desejávamos muito”, contou Nonato.

 

Para Diego, o lançamento do clipe é mais uma ‘nota’ elevada da banda que deseja ecoar o trabalho autoral, conquistar palcos e mais público. “Essa ideia é, na verdade, um mix entre cobrança do público e da própria banda em unir nosso som com uma produção mais elaborada, passando mais clareza sobre o tema abordado na música. Com certeza, alcançaremos uma boa audiência, em razão da dedicação das pessoas envolvidas na produção visual do clipe, e por exibir fielmente os anseios da banda, a mensagem que queremos transmitir com nossas composições”, afirmou. 

 

Mantre 


A Mantre é um power trio, criado em 2014 pelos amigos Diego Trindade (voz/baixo),  Lucas Black (guitarra) e Nonato Matos (bateria), que lançou seu disco de estreia “Introspecto” em 2016. O grupo já dividiu palco com bandas como Scalene, Versalle, Canto dos Malditos na Terra do Nunca, além dos conterrâneos da The Baggios. A banda reúne em sua sonoridade acordes psicodélicos do classic rock, e os grooves da música moderna, em uma mistura incandescente de sublimes melodias.

Comentários

comments powered by Disqus