19/05/2017 às 10h57 - Votação

Aribé reclama da falta de quórum na Câmara

O vereador ainda cobrou que o parlamento seja independente de partidos políticos.

Por: JornaldaCidade.Net

Na manhã de ontem, o vereador Lucas Aribé (PSB) usou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), no grande expediente, para reclamar da falta de compromisso dos colegas parlamentares, citando a falta de quórum em votações de projetos de leis, requerimentos, indicações e moções nas sessões ordinárias na Casa Legislativa. 

“Existem situações que não podem ocorrer, como a ausência de vereadores na hora da votação. Precisamos votar. Estamos votando projetos ainda da outra legislatura, por falta de quórum. Muitos esquecem que quem paga nossos salários é o povo e somos pagos para estarmos presentes na hora do voto de projetos de leis, requerimentos, indicações e moções”, relatou o parlamentar.  

O vereador ainda cobrou que o parlamento seja independente de partidos políticos. “Essa Casa precisa se posicionar de forma independente. Não podemos deixar que as questões de interesse, por exemplo, da Prefeitura de Aracaju, sejam a ordem desta Casa”, frisou. 

 

Desagravo

Na oportunidade, o parlamentar ainda falou sobre o fato, lamentável, ocorrido com sua colega, a vereadora Emília Correia (PEN), que foi impedida de participar da reunião dos membros do Movimento Veneza Nova em defesa do direito à habitação que ocupavam a sede da Prefeitura de Aracaju.

“Não podemos ficar calados quando qualquer colega for desrespeitado porque quem estará sendo desrespeitado é o povo. O povo foi impedido. A gente não pode permitir que isso continue ocorrendo. Poderia ser qualquer outro parlamentar, principalmente os vereadores de oposição. Infelizmente, não se tem a consideração devida com a oposição”, colocou o vereador, que assinou com outros parlamentares uma moção de desagravo pela descortesia e ilegalidade cometida pelo prefeito Edvaldo Nogueira com a colega Emília Correia.

Comentários

comments powered by Disqus