18/04/2017 às 09h46 - Saúde

Obesidade atinge 20,2% dos aracajuanos

Segundo pesquisa do Ministério da Saúde divulgada ontem 26,3% são hipertensos e 9,2% sofrem com diabetes.

Por: JornaldaCidade.Net

Mais da metade dos aracajuanos estão acima do peso e 20,2% estão obesos. De acordo com a pesquisa do Ministério da Saúde divulgada ontem, são 55,7% com excesso de peso. O Vigitel 2016 traz dados, também sobre a prevalência de doenças como a hipertensão e diabetes, ambas com relação bem estreita com o excesso de peso. Segundo a pesquisa, 26,3% têm diagnóstico médico de hipertensão e 9,2% de diabetes.

A obesidade e o excesso de peso são calculados a partir do Índice de Massa Corporal que divide o peso pela altura ao quadrado do entrevistado. Índices iguais ou maiores que 25 são considerados como excesso de peso e maiores de 30 kg/m2, obesidade.

De acordo com a coordenadora-geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde Michele Lessa, a causa da obesidade é multifatorial. “Nenhum país do mundo conseguiu reduzir ou deter a obesidade. É uma meta ousada a gente conseguir segurar esse indicador até pelo menos 2019. Isso porque a obesidade envolve vários fatores e nem todos podem ser administrados pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

 A Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) entrevistou, de fevereiro a dezembro de 2016, 53.210 pessoas maiores de 18 anos nas capitais do país.

De acordo com o estudo, a cidade com maior prevalência de excesso de peso é o Rio Branco, no Acre, e Palmas a menor. Já os dados de diabetes mostram que o Rio de janeiro concentra a maior parte da população com diabetes, e Boa Vista, no Estado de Roraima, a menor taxa. Já com relação à hipertensão arterial, o Rio de Janeiro também enfrenta a maior prevalência, e Palmas, no Tocantins, a menor. 

Comentários

comments powered by Disqus