19/05/2017 às 14h28 - Últimas Notícias

CUT/SE afirma que nenhum membro apedrejou sede do PMDB

Presidente estadual do partido em Sergipe, João Augusto Gama, afirmou que tinha imagens do vandalismo supostamente praticado ontem, 18.

Movimento sociais e centrais sindicais foram às ruas de Aracaju ontem (18) para pedir a saída de Michel Temer da presidência, no entanto, durante o ato que chegou a manifestar em frente à sede do PMDB em Sergipe, o prédio do partido teria sido apedrejado, pelo menos foi o que o presidente estadual da sigla, João Augusto Gama, quem afirmou, porém, a Central Única dos Trabalhadores em Sergipe (CUT/SE) rebateu a acusação.

 

Por meio de nota, a CUT/SE, uma das organizadoras do ato ocorrido ontem, informou, nesta sexta-feira (19), que nenhum dirigente da central, bem como nenhum sindicalizado da base, praticou o apedrejamento durante o protesto. “Apesar do papel nefasto que esse partido atualmente cumpre, este sim causando prejuízos incalculáveis à maioria da população que é trabalhadora, a CUT assegura que esta central e as demais entidades que compõem a Frente Brasil Popular não apedrejaram nada, uma vez que não dariam a oportunidade do PMDB sair de vítima na história, virar o jogo e criminalizar ainda mais os movimentos sociais”, frisou em nota. 

 

A CUT/SE classificou a suspeita como calúnia e destacou que suas atitudes são assumidas publicamente. “A CUT é a maior central sindical de Sergipe, a maior do Brasil e maior da América Latina. O tamanho da central e a quantidade de sindicatos que a formam é proporcional ao incômodo que, juntos, causam à classe dominante. Por isso, a CUT ser alvo de calúnias como essa não é novidade. Mas é reprovável. As verdades da CUT são construídas nas suas ações práticas. E as suas práticas são assumidas publicamente, o que não é o caso do apedrejamento injustamente imputado, por se tratar de uma acusação caluniosa”, finalizou. 

 

Após o protesto ocorrido nesta quinta, João Augusto Gama disse que teria imagens e que já havia localizado alguns dos manifestantes responsáveis, sendo que faria denuncia à polícia sobre o caso. 

Comentários

comments powered by Disqus