11/07/2017 às 10h44 - Educação

Preuni garante ingresso no ensino superior

O programa teve recorde de inscritos esse ano e é considerado por alunos da rede pública aprovados em vestibulares, essencial para ficar bem colocado no Enem.

Não é apenas na educação profissionalizante e no ensino básico e médio que o governo de Sergipe tem feito grande investimento. Através do programa Pré-universitário (Preuni), gerido pela secretaria de Educação – Seed, o Estado tem proporcionado a milhares de pré-universitários uma chance maior de conquistar o sonho de passar no vestibular.

 

Foto: Arquivo ASN

 

Viviane Cerqueira é uma dessas pessoas. A estudante do Colégio Estadual Deputado Joaldo Vieira Barbosa, que fica no município de Salgado, é uma das inscritas no Preuni deste ano e diz que ele tem ajudado a realizar o sonho dela e de milhares de outros alunos. “Ótimos professores, excelente direção de pessoas que amam o que fazem, e realizam um belo trabalho não só por amor à educação, mas também pela responsabilidade de ajudar nos sonhos dos alunos. Nota 1000 pela competência de todos”, reconhece.

 

Ao todo, são 44 polos do programa distribuídos em 29 municípios sergipanos e, somente este ano, foram 5.500 alunos matriculados para assistir às aulas ministradas por professores que fazem parte do quadro educacional da rede pública de ensino.

 

O conteúdo, que começou a ser lecionado e disponibilizado em março deste ano, objetiva preparar os alunos concluintes do ensino médio, e egressos da rede pública de ensino, para que eles adquiram melhores condições de acesso ao ensino superior, através de um curso inteiramente gratuito.

 

Vlademir Clio é professor de História no Preuni e afirma que a qualidade do material oferecido e das aulas ministradas são de altíssima qualidade. “Este é melhor preparatório para o Enem do estado de Sergipe. Material didático próprio, circuito de revisões e aulões temáticos e interdisciplinares, além de simulados aplicados aos moldes da prova. Interação total pelas redes sociais com oferta de material complementar e exclusivo aos alunos e a todo público”, revela.

 

O material próprio, citado pelo professor, é um ponto importante do cursinho. Segundo a coordenadora pedagógica do Pré-uni, professora Laila Gardênia, recursos multimidiáticos são utilizados para facilitar e impulsionar o processo de aprendizagem ao longo dos meses que antecedem a prova do Enem.

 

"Ao decorrer do ano uma equipe exclusiva de professores da Rede Pública Estadual ministra aulas presenciais, de segunda a sexta-feira, realiza revisões aos finais de semana, e prepara todo o material didático disponibilizado aos alunos, utilizando recursos audiovisuais e apostilas exclusivas que abrangem toda a matriz curricular do Enem", explica Laila.

 

Qualidade atestada


A prova da qualidade do curso pode ser atestada de duas maneiras. A primeira é a aceitação que ele tem no meio estudantil. De acordo com o secretário da Seed, Jorge Carvalho, 12.952 estudantes fizeram a concorreram a uma das vagas ofertadas pelo estado, um aumento de 12% em relação ao número de candidatos no ano passado.

 

“Estes números demonstram que os investimentos do governo estadual para melhorar a qualidade do ensino público, por meio de ações efetivas e iniciativas como o Pré-uni/Seed, têm apresentado resultados satisfatórios e, consequentemente, têm adquirido respaldo junto à sociedade. Isso pode ser facilmente comprovado com a busca cada vez maior por nossos serviços, como o aumento de 12% na matrícula das escolas Rede Estadual, registrado em 2016, e o recorde de inscritos este ano no curso preparatório”, ressalta Carvalho.

 

A segunda maneira é através dos próprios resultados que o Preuni tem alcançado nos processos seletivos de universidades públicas e particulares. A professora Elisângela Sobral, que coordena o polo Pré-Uni do C. E. Fernando Azevedo, localizado em Nossa Senhora das Dores, cita a própria experiência que teve no ano passado como exemplo.

 

“Dos 110 alunos matriculados aqui em 2016, 75 conseguiram conquistar uma vaga no ensino superior, seja por meio do Sisu, do ProUni ou do Fies. É um resultado bastante significativo e demonstra que quando há vontade e determinação no trabalho, o resultado se mostra”, afirma a Elisângela.

 

Para o diretor do Dase/Seed, Fábio Leite, o exemplo dado por Elisângela é excelente, pois ele foi o case de melhor resultado no ano passado. "Proporcionalmente à quantidade de vagas ofertadas, o polo C. E. Fernando Azevedo foi o que obteve o maior número de aprovados dentre todos os 44 do programa Pré-Universitário da Seed", destaca Fábio Leite. “E em comparação com os resultados de 2015, conseguimos dobrar o número de aprovados neste polo. Isso foi possível porque houve empenho e dedicação não apenas dos professores, que se doaram e vestiram a camisa do Preuni, como também dos estudantes, que focaram em seus objetivos”, complementou.

 

Além deles, mais 1389 alunos de outros polos do Preuni foram aprovados em cursos de graduação de nível superior em instituições particulares e públicas em diversos estados brasileiros com base nas notas do Enem 2016.

 

Do total de 1464, 816 conseguiram ingressar no ensino superior através do Sisu e 104 pelo ProUni. Outros 17 conquistaram vagas no Instituto Federal de Sergipe (IFS), 418 em faculdades e universidades particulares, 41 no Campus da UFS/Sertão e 68 na modalidade de Ensino a Distância da UFS.

 

Aprovados


Duas vezes aprovado, o estudante Ygor Vieira já havia conquistado uma vaga em 2016 para cursar Letras-Português na UFS, mas optou por matricular-se novamente o Preuni para garantir uma vaga no curso de Direito da Universidade Federal de Sergipe este ano.

 

"Eu acredito no ensino público estadual. Posso afirmar, sem dúvida, que para ter conquistado esta segunda vaga na universidade pública, foi fundamental ter sido aluno do curso preparatório Preuni, o qual indico para qualquer estudante que queira chegar bem preparado ao ensino superior. Tenho certeza de que estudei com uma equipe de professores que faz a diferença, e a motivação que eles nos transmitem foi fundamental para o meu resultado", diz o estudante Ygor Santos Vieira, aprovado em 5º lugar para o curso de Direito da UFS.

 

Mesmo tendo conquistado a aprovação para o curso de Pedagogia da UFS, a jovem estudante Elika Millena também quer seguir o exemplo de Ygor e alçar vôos maiores. “Fui aprovada em 2016 na UFS para o curso de Pedagogia, mas pretendo estudar Medicina. Pela qualidade do curso, vou me matricular mais uma vez no Pré-Universitário para ir em busca dos meus sonhos”, destaca a estudante.

 

Orientação


A preparação dos estudantes da rede não se restringe às ações do Pré-universitário/Seed. O Departamento de Educação (DED/Seed), através do Serviço de Ensino Médio (Semed), presta um reforço significativo às atividades preparatórias dos alunos para o Exame Nacional, com a realização de diversas ações, com destaque para as palestras sobre o Enem e políticas públicas para acesso ao ensino superior.

 

Um dos objetivos desta iniciativa é ampliar os conhecimentos dos estudantes sobre o Enem e as políticas relacionadas ao ingresso na graduação de nível superior e, para isso, as ações contam com o apoio das diretorias regionais de educação. Durante as palestras são abordados também temas como Sisu, Fies e Prouni, programas federais de acesso ao ensino superior sobre os quais os estudantes precisam estar informados.

Comentários

comments powered by Disqus