03/11/2017 às 11h04 - Saúde

Prefeitura garante apoio para quem deseja parar de fumar

O tratamento faz parte do Programa Nacional de Controle do Tabagismo, do Ministério da Saúde, e é desenvolvido pelo Centro de Especialidades Médicas de Aracaju (Cemar)

Por: JornaldaCidade.Net

Parar de fumar pode ser um grande desafio para quem criou a dependência do hábito ao longo do tempo. Levando em consideração que a situação se torna ainda mais delicada quando o fumante não recebe apoio para abandonar o vício, a Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), disponibiliza nos postos de saúde o Programa de Tabagismo, que oferece auxílio gratuito para quem deseja levar uma vida sem o cigarro, mas não consegue alcançar o objetivo sem ajuda.

 

O tratamento faz parte do Programa Nacional de Controle do Tabagismo, do Ministério da Saúde, e é desenvolvido pelo Centro de Especialidades Médicas de Aracaju (Cemar) desde novembro de 2011, que já beneficiou centenas de pessoas. No tratamento, são formados grupos de apoio onde os pacientes podem conversar sobre suas histórias de vida e trocar experiências que os aproximem. Esses encontros são realizados durante oito semanas, sempre formando um novo grupo após o encerramento do anterior.

 

Além disso, durante o tratamento, os participantes recebem um suporte medicamentoso para que consigam evitar as recaídas, que são comuns nesses casos. A pneumologista do Cemar Augusto Franco, Ana Paula Argolo, enfatiza que é muito importante o fumante procurar o tratamento por livre e espontânea vontade, pois os grupos de apoio e os remédios oferecidos servem apenas como um respaldo para se alcançar a libertação da dependência, sendo a força de vontade a principal aliada de cada um nessa jornada.

 

"O serviço de apoio do programa é voltado para as pessoas que já fizeram outros tratamentos para parar de fumar e não obtiveram êxito. Esses encontros, que envolvem a terapia cognitivo-comportamental, são o carro chefe do programa. O que parece ser só um grupo de apoio, na verdade, é um grupo de tratamento que utiliza técnicas dessa terapia para ajudar os participantes", completa Ana Paula.

 

Segundo a coordenadora da Rede de Atenção Especializada em Aracaju, Maria Auxiliadora Brito, quando o paciente procura a ajuda do programa, mas é constatado que ele precisa de uma consulta com algum médico especialista, logo é realizado o encaminhamento desse paciente para a consulta, o que o faz se sentir acolhido pela unidade de saúde e se sentir mais confiante para não abandonar o tratamento. "O pessoal procura muito e a nossa intenção é buscar esse tipo de paciente nas imediações do Cemar, e também em outros bairros. A gente quer fazer um trabalho de fortalecimento com as unidades básicas, resgatar o conhecimento desse programa", ressalta.

Comentários

comments powered by Disqus