13/04/2018 às 15h11 - Cidades

Aumenta o número de ônibus sem cobrador

Denúncia foi feita por major da PM sobre frota de Aracaju. Motoristas de mais de 60 veículos estariam sobrecarregados.

Por: Laís de Melo/ Equipe JC

Uma denúncia feita pelo policial militar de Sergipe major Márcio Lima mostra que está aumentando o número de ônibus sem cobradores em Aracaju. Aos poucos os postos de cobrador estão sendo retirados dos veículos e a função é repassada ao motorista, que fica com a dupla função nas jornadas de trabalho. De acordo com o major, existe atualmente na frota urbana de Aracaju mais de 60 veículos “midi-ônibus”, que não possuem cobrador. 

 

Foto: André Moreira/ Equipe JC
Policial também lamenta alterações e reduções na circulação de veículos na Grande Aracaju

 

Segundo ele, são 26 ônibus da Auto Viação Paraíso que circulam apenas com o motorista na dupla função, sendo um veículo adaptado. Na Viação Atalaia são seis ônibus convencionais e todos são reformados. A Viação Halley possui três veículos sem cobrador e a Viação Modelo tem 29 ônibus nesse sistema. 

 

O major Márcio acredita que a retirada do cobrador se torna um problema para a classe dos trabalhadores de transporte público. “O motorista acaba ficando sobrecarregado. Isso é um problema”, ressalta. Segundo o major, além disso a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT) realizou recentemente alterações e reduções na circulação de veículos na Grande Aracaju. 

 

“Três linhas não estão mais operando aos domingos. Quem espera por dias melhores no sistema de transporte de Aracaju pode esquecer. Os horários recém atualizados no site da SMTT mostram que várias linhas do grupo Progresso tiveram redução de frota ou horários”, conta. Entre as linhas estão 707 Castelo Branco/Centro, 708 Terminal Rodoviário/Bairro América e o 070 Santa Maria Centro. 

 

“Além disso, tem a linha 706, que é Santa Lúcia/Centro, que agora só opera com um carro”, acrescenta. 

 

A Assessoria de Comunicação da SMTT informou ao JORNAL DA CIDADE que as linhas citadas foram suspensas aos domingos e feriados pela falta de demanda de passageiros nesses dias. 

 

“A SMTT ressalta que há alternativas para os usuários do transporte público nas áreas atendidas. Por exemplo: as linhas 703 Augusto Franco/Siqueira Campos e 200 Circular Indústria e Comércio atendem a região da 707; a 034 Terminal Rodoviário/Lourival Batista supre a demanda da 708 nessas datas; e a 407 Padre Pedro/DIA e 004 Santa Maria/Mercado são opções para a 070”, explica. 

 

Nota do Setransp 


Um sistema de transporte tem em sua composição formas diferenciadas para atender especificamente as necessidades de cada linha. O sistema conta com ônibus de porte leve, médio e/ou pesado, a depender das características de cada região. Em Aracaju e região metropolitana a frota de ônibus está distribuída de forma a atender aos anseios de cada região. A utilização destes diversos tipos de veículos, que é uma realidade em todos os Estados brasileiros, em Aracaju já perdura por mais de dez anos. Esses tipos de veículos midi e micro-ônibus representam quase 12% da frota total. Com a implantação da nova rede de transporte, consequente da licitação, essa característica desse ser ainda melhor ajustada.

Comentários

comments powered by Disqus