seta anterior

Anterior

Impedido

seta proxima

Próxima

Não obedece 1

17/07/2017 às 08h04 - Periscópio

Portas abertas

Em conversa com a coluna, o deputado federal André Moura (PSC) ratificou o que vem dizendo: seu projeto político para 2018 é a reeleição para a Câmara Federal.

Em conversa com a coluna, o deputado federal André Moura (PSC) ratificou o que vem dizendo: seu projeto político para 2018 é a reeleição para a Câmara Federal. Ele diz que isso pode ser comprovado em qualquer conversa com suas bases, onde ele tem deixado claro que trabalha para a sua reeleição. “Mas isso não impede que eu deixe as portas abertas para uma disputa majoritária, se sentir que tenho possibilidade e o grupo entender isso também”, falou Moura.


Bolsonaro 2018


Sobre uma provável candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro à Presidência da República pelo PSC, André Moura disse que não há nada confirmado. Segundo ele, com a subida nas pesquisas Bolsonaro tem recebido convites de diversos partidos e aguarda ainda a criação do Partido Militar Brasileiro – cuja liberação pode sair este ano. Mas Moura afirma que o partido está disposto a manter o compromisso de colocar Bolsonaro na disputa presidencial.

 

Requião em SE 1


O senador Roberto Requião (PMDB-PR), mesmo sendo integrante do mesmo partido do presidente Michel Temer, é um crítico ferrenho do Governo Federal. Durante coletiva à imprensa num evento da Seeb/SE, o parlamentar disse que ficou surpreso com as reformas apresentadas.

 

Requião em SE 2


Requião afirmou conhecer Temer, por conta do PMDB. “Ele nunca falou em precarizar o trabalho, nunca falou em entregar o petróleo, nunca falou em entregar a base de Alcântara aos Estados Unidos, nunca falou em limitar garantias trabalhistas da CLT, mas ele fez um negócio desse”, analisou.

 

Condenação de Lula 1


Não é só petista que anda defendendo a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em conversa com a coluna, o peemedebista Roberto Requião, do Paraná, avaliou que Lula foi condenado por um crime impossível, que não existe e “nem cometeu”.

 

Condenação de Lula 2


Requião acredita que a condenação é para prejudicar Lula como suposto candidato à Presidência da República. “Isso é uma loucura. Se querem condenar o Lula, procure outra coisa. Essa condenação é absolutamente ridícula”, frisou.

 

Otimista


No comando de um grupo empresarial que reúne concessionárias de automóveis e agronegócio, o empresário Henrique Júnior lamentou a ‘indústria de escândalos’ em Brasília, mas mostra-se otimista com os números do mercado financeiro. Em evento da Serigy Veículos (Honda), que reuniu jornalistas, disse que enquanto a crise política só piora, a financeira vai sendo aliviada. “A economia dá sinais de recuperação, lenta, mas está se recuperando”, observou. Henrique cita como exemplo o aumento gradual na venda de automóveis. Em junho, lembra, a alta foi de 13,71%.

 

Encontro com Requião


O senador Roberto Requião (PMDB-PR), visitando Aracaju neste fim de semana, pode receber alguns políticos sergipanos. A sinalização de movimentação sobre isso ocorreu no evento do Seeb/SE. Durante a coletiva de imprensa, por exemplo, já estavam prestigiando o parlamentar a vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino (PT), e o secretário estadual de Agricultura, Esmeraldo Leal (PT). 

 

Aberração


E falando em Lula, o petista sergipano Márcio Macêdo, ex-deputado federal, afirmou que a condenação de Lula é uma aberração jurídica. O vice-presidente nacional do PT disse que o único propósito é afastá-lo da disputa eleitoral do próximo ano. “A história condenará Moro e não Lula”, falou Macedo. Em entrevista à rádio Fan FM, em Aracaju, o dirigente partidário disse acreditar na reformulação da decisão pelas instâncias superiores da Justiça. “Sou um daqueles como Lula, que acredita na Justiça”, frisou. 

 

Power point


“Boa parte da sentença de Moro é tentando justificar o injustificável, uma vez que a acusação contra Lula é cheia de ilações e suposições, baseada em power point. Esta condenação é uma aberração jurídica. O que está se fazendo com Lula é semelhante ao que fizeram com Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek”, ressaltou MM.

 

Subvenções 1


A Procuradoria-Geral de Justiça encaminhou ao Poder Judiciário no último dia 28 denúncia em desfavor do deputado estadual Luiz Augusto Carvalho Ribeiro Filho, o “Gustinho Ribeiro” (PRP). Também foram denunciados o prefeito de Lagarto, José Valmir Monteiro, o “Valmir da Madeireira”, e mais seis pessoas pela prática de crime de peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

 

Subvenções 2


O caso envolve o suposto desvio de verbas de subvenção da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe. De acordo com a denúncia, as investigações concluíram que nos anos de 2012 e 2013, por indicação do deputado Gustinho Ribeiro e com a participação dos demais denunciados, ocorreu repasse das verbas de subvenção no valor de R$ 1,4 milhão para a Associação Comunitária e Produtiva Áurea Ribeiro, Associação Comunitária e Produtiva de São José e Associação Comunitária Josefa Evangelista, todas na Cidade de Lagarto.

 

Fiscalizando


A Prefeitura de Aracaju afirma que tem realizado monitoramento constante do descarte irregular de lixo e busca conscientizar a população sobre a gravidade da ação. Frequentemente são enviadas imagens com flagras de atos ilegais, tanto de locais públicos como privados, para os órgãos públicos, que tomam as devidas providências. O ato é considerado crime, de acordo com a lei municipal vigente de nº 1.721/91. As denúncias podem ser feitas pela população à GMA por meio do telefone 153 ou do Whatsapp (79) 98166-7790.

 

Otimista


No comando de um grupo empresarial que reúne concessionárias de automóveis e agronegócio, o empresário Henrique Júnior lamentou a “indústria de escândalos” em Brasília, mas se mostra otimista com os números do mercado financeiro. Em evento da Serigy Veículos (Honda), que reuniu jornalistas, disse que enquanto a crise política só piora, a financeira vai sendo aliviada. “A economia dá sinais de recuperação, lenta, mas está se recuperando”, observou. Henrique cita como exemplo o aumento gradual na venda de automóveis. Em junho, lembra, a alta foi de 13,71%.

 

Dom Távora


Na próxima segunda-feira, dia 17, o governador em exercício Belivaldo Chagas amplia as ações que promovem desenvolvimento de negócios agropecuários nos municípios de Brejo Grande e Pacatuba, na região do Baixo São Francisco. Os agricultores familiares desses municípios receberão incentivo para a produção, com a distribuição de sementes e a assinatura do Plano de Negócios do Programa Dom Távora, que beneficiará 126 famílias, cerca de 630 pessoas. As solenidades ocorrem a partir das 9 horas, em Pacatuba. 

 

Ouvidoria


O pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) indicou esta semana a juíza Dauquíria de Melo Ferreira para ocupar o cargo de ouvidora eleitoral do Tribunal, substituindo a juíza Gardênia Carmelo Prado, que encerrou o seu mandato como membro do TRE no dia 20 de abril de 2017. O cargo de ouvidor deve ser exercido por um dos juízes membros pertencentes à classe da magistratura.

Comentários

comments powered by Disqus