seta proxima

Próxima

Bolsonaro

04/08/2017 às 09h56 - Periscópio

Acervo de SE em SP

Clóvis Barbosa revelou que existem trabalhos sobre os limites dos Estados de Sergipe com Bahia no Museu Municipal Mário de Andrade, em São Paulo.

O conselheiro Clóvis Barbosa revelou que existem trabalhos sobre os limites dos Estados de Sergipe com Bahia no Museu Municipal Mário de Andrade, em São Paulo. “É obra que não tínhamos aqui em Sergipe e está lá. Então, o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), pretende trazer esse acervo aqui e entregar pessoalmente ao nosso Tribunal”, disse.

 

Dória quase SE

Ainda falando sobre o acervo de Sergipe em São Paulo, Clóvis contou que o prefeito João Dória possui ancestralidade sergipana. “Para quem não sabe, o avô do prefeito era sergipano de Propriá”, expôs.

 

Huse 1

Ainda no TCE, Clóvis narrou que a equipe do Tribunal constatou o “sumiço” de prontuários dos pacientes com câncer dos últimos cinco anos no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). “Eles foram lá para recolher todas as agendas e disseram que tinham sido roubadas. Inclusive, feita uma queixa-crime na delegacia. Nós procuramos saber com o delegado se alguma providência tinha sido tomada e ele disse que não”, falou o presidente, durante a sessão do pleno ontem.

 

Huse 2

“Nós então formalizamos o pedido de investigação. Até porque, a quem interessa o roubo de agenda de prontuários de paciente? Então, isso está sendo investigado”, concluiu Clóvis Barbosa, sobre o episódio realizado durante trabalho de fiscalização da equipe do TCE no setor de Oncologia do Huse.

 

SMTT na CMA

Na sessão de ontem da Câmara Municipal de Aracaju, o vereAador Fábio Meireles (PPS) descreveu o motivo que levou o diretor da SMTT, Aristóteles Fernandes, a ainda não ter comparecido, conforme solicitaram alguns vereadores, ao plenário. Meirelles afirmou que houve uma falha de comunicação e o gestor não recebeu o requerimento da Casa. Aristóteles já havia se comprometido com o vereador Cabo Amintas (PTB) a visitar a CMA para ouvir as considerações dos parlamentares e estava aguardando o contato do vereador. 

 

Programa social

O vereador Dr. Gonzaga (PMDB) compartilhou ontem, na Câmara Municipal de Aracaju, o resultado do programa Vereador em Ação, realizado no dia 15 de julho, no Bairro do Lamarão. “O evento movimentou quase duas mil pessoas da comunidade, superando todas as nossas expectativas e nos enchendo de motivação para ampliar ainda mais as próximas edições”, disse, orgulhoso, o parlamentar.

 

Atlas da violência 1

Aconteceu ontem na Assembleia Legislativa a audiência pública “Atlas da Violência no Brasil: genocídio da população brasileira”. A atividade contou com a palestra de dois dos autores da pesquisa: a diretora executiva do Fórum Nacional de Segurança Pública, Samira Bueno, e o pesquisador do Ipea, Daniel Ricardo Cerqueira. A realização foi da Frente Parlamentar dos Direitos da Criança e do Adolescente, coordenada pela deputada estadual Ana Lúcia.

 

Atlas da violência 2

Na audiência pública, Samira e Daniel apresentam dados contidos na pesquisa. “O número de assassinatos cometidos no Brasil equivale à queda de um Boeing todos os dias”, frisou Samira. Para Daniel, as armas de fogo são “o personagem principal” desse enredo de violência. “Mais armas de fogo, mais crimes de morte”, destacou. O aumento do índice de homicídios foi maior nos Estados do Nordeste brasileiro. Em todo o país, apenas dois Estados tiveram êxito na redução dos índices de homicídios: Pernambuco e Espírito Santo.

 

Atlas da violência 3

Sergipe aparece como o Estado com maior número proporcional de mortes violentas no Brasil – e Nossa Senhora do Socorro como a terceira cidade mais violenta do Brasil, entre os municípios com até cem mil habitantes. “As diferenças dos índices de violência entre municípios com características semelhantes residem centralmente na diferença dos Índices de Desenvolvimento Humano destes municípios”, destacou o pesquisador do Ipea e um dos autores do Atlas da Violência, Daniel Cerqueira.

 

Obras 1

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, esteve reunido esta semana com o líder do Governo no Congresso Nacional, André Moura (PSC-SE). O encontro serviu para detalhar o andamento das obras na BR-101 em Sergipe. André diz que foi responsável por reativar o importante projeto de infraestrutura para o Estado, paralisado por vários anos, e foi informado sobre a situação de três trechos do empreendimento. 

 

Obras 2

Para o chamado “lote 5”, entre Estância e Cristinápolis, divisa com a Bahia, foi confirmada a licitação para a segunda-feira, 7. Já no “lote 1” [Propriá/Capela], o atraso, de acordo com o consórcio vencedor, decorre de problemas com as chuvas. A obra, no entanto, já foi retomada. André Moura solicitou que, caso a empresa não avance, seja feita a rescisão do contrato e um novo edital permita a contração de outra empreiteira, a fim de agilizar a finalização das obras.

 

Recesso bom 1

Com os votos contrários do presidente Nitinho Vitale (PSD) e do líder da oposição, Elber Batalha Filho (PSB), a Câmara Municipal de Aracaju (CMA) rejeitou ontem a proposta de emenda à Lei Orgânica de autoria do vereador Fábio Meireles (PPS), que reduzia o recesso parlamentar dos atuais 92 dias para 53 dias. Para ser aprovada, eram necessários 16 votos. Apenas 15 parlamentares votaram a favor.

 

Recesso bom 2

Seis vereadores, entre eles o Palhaço Soneca, que é do mesmo partido de Fábio Meireles, preferiram se ausentar no momento da votação. Também estavam ausentes Pastor Alves (PPS), Zezinho do Bugio (PTB), Dr. Gonzaga (PMDB), Juvêncio Oliveira (DEM) e Manuel Marcos (PSDB).  “Quero agradecer aos colegas que entenderam a importância da nossa proposta, que, na prática, coaduna-se com os anseios da população, e ao mesmo tempo lamentar que a Câmara de Aracaju tenha se posicionado contra a expectativa do povo aracajuano”, disse Meireles. 

 

Ex-ministro

O ex-ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, vai participar de uma audiência pública sobre a reforma da Previdência. O evento será hoje, às 8h30, no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe.

Comentários

comments powered by Disqus