seta proxima

Próxima

Sem pressão

08/11/2017 às 09h36 - Periscópio

Não falou 1

O senador Valadares (PSB) afirma que nunca falou com o deputado federal André Moura (PSC) para que ele interferisse, junto ao Governo Federal

Por: JornaldaCidade.Net

O senador Valadares (PSB) afirma que nunca falou com o deputado federal André Moura (PSC) para que ele interferisse, junto ao Governo Federal, para dificultar a liberação do novo empréstimo ao Governo de Sergipe. “Tenho adotado uma atitude de coerência em defesa do Estado, no sentido de barrar o empréstimo. Fiel aos meus princípios, as minhas opiniões em relação a esse tema foram dadas de forma aberta, antes da aprovação pela Alese, e são do conhecimento público”, garantiu o senador, em conversa com a coluna.

 

Não falou 2

“Não tenho, não pretendo manter qualquer entendimento, mesmo por interveniência de terceiros, com o governo Temer, a quem faço oposição no Senado, para prejudicar projetos de Sergipe. Por outro lado, defendo que, sendo a Caixa Econômica uma instituição bancária de natureza pública, a concessão de qualquer empréstimo deveria ficar condicionada à criteriosa observância de critérios técnicos e nunca levar em conta interesses políticos ou partidários”, continuou Valadares

 

Hospital de Lagarto 1

O Diário Oficial da União publicou a convocação de 75 servidores para o Hospital Universitário de Lagarto, feita pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Essa foi uma luta do deputado federal Fábio Reis, que esteve com o presidente da Ebserh, Kleber Morais, acompanhado do líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Baleia Rossi, em agosto, quando solicitou a convocação de aprovados em concurso público.

 

Hospital de Lagarto 2

Foram convocados 40 médicos, 25 técnicos de enfermagem e 10 enfermeiros, que vão prestar atendimento no Hospital Universitário de Lagarto, a partir do dia 4 de dezembro. No encontro com o presidente da Ebserh, Fábio Reis solicitou a convocação dos servidores aprovados em concurso público, com o objetivo de melhorar o atendimento à população da região Centro-Sul de Sergipe, assim como atender às demandas de formação dos alunos da UFS de Lagarto, que é incorporada ao hospital.

 
 
Pesquisas 1
De Lagarto, entraram em contato com a coluna para comentar a pesquisa divulgada ontem aqui sobre a liderança da família Reis na disputa de diversos cargos em 2018. Uma outra pesquisa, feita há menos de dois meses, mostra Gustinho Ribeiro (PRP) e Fábio Reis (PMDB) tecnicamente empatados nas intenções de voto para deputado federal. 
 
 
Pesquisas 2
A coluna entrou em contato com o deputado estadual Gustinho Ribeiro para comentar o resultado da pesquisa, mas o parlamentar, que já confirmou sua pré-candidatura a deputado federal, disse que não discute sobre o resultado de pesquisas. “Afinal, tem pesquisas para todos os gostos”, 
disse ele.

 
 
Senado
Nos bastidores da política e no interior do Estado aumentam os comentários de que toma corpo uma possível candidatura do líder do governo Temer, o deputado federal André Moura (PSC), ao Senado. Moura disputaria a vaga ao lado de Valadares, enquanto Eduardo Amorim (PSDB) seria o candidato a governador. Seria uma chapa forte.
 
 
 
Uvas em Sergipe
O senador Valadares está satisfeito com a emenda parlamentar que destinou recursos para a produção de uvas no Sertão sergipano. Em dezembro, o Estado terá a primeira colheita das uvas das variedades violeta e isabel. O feito é resultado de pesquisa experimental da Embrapa-Petrolina, em Canindé do São Francisco e Poço Redondo. “A expectativa é de formação de uma grande cadeia produtiva de negócios, abrangendo desde a comercialização in natura à venda da matéria-prima para produção de vinho e suco”, comemorou.
 
 

Foto: Divulgação

Jardim Petrópolis 1
O prefeito Edvaldo Nogueira entregou na noite da última segunda-feira, 6, os serviços de infraestrutura do Loteamento Jardim Petrópolis, no Bairro Santo Antônio. A ação foi destacada na manhã dessa terça-feira, 7, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA). O presidente da Casa, Josenito Vitale (PSD), o líder do prefeito, Antonio Bittencourt (PCdoB) e os vereadores Jason Neto (PDT) e Fábio Meirelles (PPS) destacaram o trabalho feito pela administração municipal. 
 
 
 
 
Jardim Petrópolis 2
Foram realizados serviços de drenagem, terraplenagem e pavimentação de todo o loteamento, num investimento de R$ 535,1 mil. A obra, que havia sido iniciada em junho do ano passado, foi paralisada por dois meses pela gestão anterior. Em maio deste ano, já no governo de Edvaldo Nogueira, o projeto foi reiniciado. Em junho, ao visitar o local, o prefeito recebeu dos moradores o pedido de ampliação das obras, o que foi prontamente atendido.
 
 
 
Lixo 1
O vereador Fábio Meireles (PPS) voltou a lamentar ontem a demora da Emsurb na regularização do serviço de coleta de entulhos na capital. Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal, ele contou que retornou à região da Escola 17 de Março, no Bairro Santo Antônio, e constatou o aumento do acúmulo de resíduos espalhados pela via, um problema que, segundo ele, já se arrasta há mais de 15 dias.
 
 
 
Lixo 2 
Meireles manifestou sua preocupação com os prejuízos decorrentes da deficiência da coleta de lixo na capital, notadamente, em relação à saúde do aracajuano. Para ele, além de deixar a cidade feia, a acumulação de lixo amontoado nas ruas põe em risco a saúde da população, uma vez que, além de estimular o aparecimento de roedores, ainda, resulta no acúmulo de água que gera a proliferação de mosquitos, como o Aedes aegypti, transmissor da dengue.
 
 
 
Cemitérios 1
O vereador Iran Barbosa (PT) criticou ontem a falta de espaço e de manutenção nos cemitérios públicos de Aracaju. Segundo Iran, houve uma crescente privatização dos serviços dessa área. “Aracaju é uma cidade que ficou muito desproporcional no que se refere à oferta de vagas em cemitérios públicos. O serviço foi praticamente entregue à iniciativa privada. Mas só podem usufruir desse serviço aqueles que têm condição de pagar”, pontuou.
 
 
 
 
Cemitérios 2
Iran lembrou que, na legislatura passada, durante os debates sobre a revisão do Plano Diretor, um dos aspectos para o qual chamou atenção foi a necessidade de constar no Plano a política de atendimento a essa demanda, definindo qual é o tratamento que Aracaju vai dar aos seus mortos. O petista ainda criticou o fato de Aracaju não dispor de velatórios públicos, ficando para as famílias a responsabilidade de velar, em suas próprias residências, seus mortos.

Comentários

comments powered by Disqus